MONDAY NIGHT KEROSENE #1 (SIC-R) - (05/01/2015)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

MONDAY NIGHT KEROSENE #1 (SIC-R) - (05/01/2015)

Mensagem por Guerrero em Seg 29 Dez 2014, 20:23




MAIN EVENT
CERIMÓNIA OFICIAL DE REVELAÇÃO DO "UWL UNDISPUTED CHAMPIONSHIP"

******

1ª ELIMINATÓRIA DO TORNEIO ANUAL "MASTER OF THE MAT"
CLÁUDIO ROSAS VS EDWARD HOSKING
HENRIQUE COELHO VS CHRIS WICKINGS
GABRIEL PAQUET VS JORGE GANTE
DIOGO VALENTE VS MICAEL ESTEFARI

SINGLES MATCH
ANDREI CHERYSHENKO VS ???

_______________________________________________________________

avatar
Guerrero
Danny McLaughlin

Mensagens : 230
Data de inscrição : 18/05/2014
Idade : 26
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

MONDAY NIGHT KEROSENE #1 (SIC-R) - (05/01/2015)

Mensagem por Guerrero em Seg 05 Jan 2015, 20:21

21 Horas e 59 Minutos. Dia 5 de Janeiro de 2015. A imagem surge no escritório de Bruno Pavão. Está presente o Presidente da Ultimate  Wrestling League sorridente olhando para a câmera vestido com um fino e aparentemente caro fato e gravata onde o tom preto predomina,  desde a cor do casaco até à camisa, sendo a gravata de cor cinzenta.

É possível neste ângulo de câmera, observar no seu escritório alguns quadros com imagens apelativas ao Wrestling Português desde  cartazes de Pay-Per-Views da EWL, VWW e VLL como fotos de lendas como Venom ou Santiago Guerrero. O Presidente, vestido a rigor para a  ocasião prepara-se para as suas primeiras palavras neste grande palco que é a estreia do Monday Night Kerosene e da Ultimate Wrestling  League.


Pavão: Foi dito em Portugal, que qualquer coisa poderia acontecer no Wrestling. Agora, mais do que nunca essas palavras fazem todo o  sentido. Imaginem só, eu Bruno Pavão. Dono do maior império de Wrestling que alguma vez existiu em Portugal.

O Presidente da Ultimate Wrestling League eleva as suas mãos para descrever a seguinte afirmação.

Pavão: Ultimate. Wrestling. League. A unificação total do Wrestling em Portugal.

Bruno Pavão baixa lentamente os braços com uma postura alegre e confiante.

Pavão: A unificação de tudo o que este desporto trouxe a Portugal. Extreme Wrestling League. Virtual Wrestling Warzone. Traumatic  Wrestling Zone. Vanguarda da Luta Livre. Pensem nisso. Hoje é o primeiro dia da revolução do Wrestling em Portugal. Convido todos os  telespectadores a estarem presentes e não só testemunharem como serem parte da história, neste que será o primeiro dia de uma era...

Pavão olha para o seu relógio, olhando novamente para a câmera.

Pavão: E essa era... começa agora mesmo.

O Presidente sorri e lentamente coloca um ar mais sério.

Pavão: Numa era destas onde se irá atingir patamares nunca antes vistos na história do nosso desporto em Portugal, todos os atletas  que entrarem nesta federação estarão sobre avaliação permanente. Não me interessam se têm história em Portugal, em Espanha, nos  Estados Unidos da América, na Rússia. Estão todos a partir do zero aos meus olhos. E que forma melhor da avaliar o plantel poderá  haver do que...

Bruno Pavão desvia-se um pouco, acompanhando a câmera o seu movimento. Na parede do seu escritório revela-se o cartaz do primeiro  Pay-Per-View "Battlecry" que se realizará a 25 de Janeiro.

Pavão: ...começarmos o primeiro Monday Night Kerosene da nossa história com um torneio anual chamado "Masters of the Mat"...

O Presidente volta a olhar para a câmera.

Pavão: ...onde a final deste torneio se disputará no Battlecry, a 25 de Janeiro sendo que o vencedor deste torneio será o primeiro UWL  Undisputed Champion da história de federação. Boa sorte rapazes... E lembrem-se...

Bruno Pavão vira as costas à câmera enquanto caminha para a sua secretária, olhando por alguns segundos para trás.

Pavão: Nesta federação não exijo nada mais do que o vosso sangue, suor e lágrimas naquele ringue todas as noites. Quanto a si,  telespectador... Bem-vindo ao Passado, ao Presente e ao Futuro do Wrestling em Portugal. Começa agora mesmo o Monday Night Kerosene.  Estreia-se agora mesmo a Ultimate Wrestling League.

*****


Nota: O Titan Tron será posteriormente publicado em vez deste vídeo com apenas o theme do Kerosene.

A câmara foca a mesa de comentadores, constituída por duas caras bastante conhecidas no wrestling português. Tito Ribeiro, experiente  comentador que em tempos foi a voz de brilhantes federações como a EWL ou a própria VWW. Está acompanhado por Michael Baptiste- Bangalter, antigo campeão Supremo da Vanguarda da Luta Livre que agora abandona os ringues e regressa aos recintos como comentador.

Tito Ribeiro: Sejam bem-vindos à primeira edição da história do Monday Night Kerosene! Estamos ao vivo na MEO Arena e na SIC Radical  com casa cheia, prontos para fazer história com a Ultimate Wrestling League! Eu sou o Tito Ribeiro e ao meu lado tenho Michel  Baptiste-Bangalter, antigo lutador da Vanguarda da Luta Livre e último campeão Supremo da agora extinta federação portuguesa! O que  esperas para deste evento, meu amigo gaulês?

A câmara foca agora Bangalter.

Michel Baptiste-Bangalter: Ah, bonsoir Tito! As cartas estão lançadas e obviamente todos os lutadores vão ter de provar o porquê de  estarem presentes no primeiro evento da história desta companhia! A começar hoje, veremos quem realmente tem estofo para eventualmente  tomar as rédeas como a cara da Ultimate Wrestling League…

Tito Ribeiro: E a verdade é que hoje teremos uma mão cheia de combates! Quatro desses combates são assinalados como pertencentes ao  Masters of the Mat, o torneio anual que a UWL irá trazer até vossas casas. Temos Henrique Coelho, antigo campeão Nacional da VLL, a  enfrentar o promissor Chris Wickings, o controverso inglês Edward Hosking a enfrentar o regressado e porventura renovado Cláudio  Rosas, o sempre interessante e imprevisível Jorge Gante a enfrentar Gabriel Paquet e por último, mas não menos importante, Michael  Estefari irá em busca da felicidade quando se encontrar no ringue com David Valente! Além disso teremos o invicto russo Andrei  Cherysenko em acção hoje... Podemos também esperar um Cerimónia de revelação do UWL Undisputed Championship com muitas surpresas...

Michel Baptiste-Bangalter: Espera, espera, espera. Não acho justo! Todos os lutadores tiveram mais do que tempo para se preparar  decentemente e este pobre e nada elegante russo que nem deve falar uma palavra em português vai começar a sua campanha contra alguém  que certamente nunca ouviu falar. Discriminação!

Tito Ribeiro: O que distingue a Ultimate Wrestling League é o seu cariz internacional e o desejo de expansão para nações que não a  portuguesa! Bruno Pavão, Chairman desta enorme companhia, revelou mesmo isso numa entrevista à SIC Notícias! E, falando em surpresas,  aproveito a deixa para relembrar que hoje será apresentado o UWL Undisputed Championship, o título máximo desta federação! Tudo a  postos para uma noite mágica!


Theme: https://www.youtube.com/watch?v=t59vYoP6LkY

Bernardo Roque: Senhores e senhoras, este combate está marcado para uma derrota e é parte da Primeira Eliminatória do Torneio Anual  Masters of the Mat... A caminho do ringue vindo de Inglaterra… Pesando 104 Kg… Edward Hosking!

O público tem uma reacção de expectativa para com Edward Hosking.

Tito Ribeiro: Falando em noites mágicas, começa desde já o início desta que certamente o será! Olhem só para este jovem wrestler, vejo  naquela cara muita frieza, Cláudio Rosas terá que agir rápido perante este jovem inglês..

Michel-Baptiste Bangalter: A verdade é que o produto nacional não presta, Cláudio não terá a minima hipotesse contra alguém com esta  qualidade, com esta determinação!

Tito Ribeiro: Achas mesmo? Menosprezar Cláudio Rosas parece-me ser um perigoso erro, já tem experiência adquirida na Vanguarda da Luta  Livre, lá aprendeu e evoluiu muito!

Michel-Baptiste Bangalter: Sim, mas isso não importa nada… Neste ringue o que interessa é ter frieza, não ter remorsos e usar todos os meios para chegarmos  aos fins. Será que o Cláudio está preparado para isso? É que o Hosking está. Olha bem para ele!


Theme: http://www.youtube.com/watch?v=rhEqzW5WtbE

Bernardo Roque: Senhoras e senhores, o seu adversário… A caminho do ringue vindo do Porto! Pesando 100 Kg… “The Sexy” Cláudio Rosas!

O público reage muito positivamente a Cláudio Rosas.

Tito Ribeiro: Ovação de pé para Cláudio Rosas em especialmente do público feminino... É um homem muito amado Cláudio Rosas, digamos  assim...

Michel-Baptiste Bangalter: Isso não chega, eu sou a prova disso, não foi preciso ser amado pelo público para me tornar um lider, um  vencedor e acima de tudo um campeão! E acima de tudo sou já reconhecido como uma Lenda.


1ª Eliminatória do Torneio "Master of the Mat" - Cláudio Rosas vs Edward Hosking

O árbitro designado para o combate é David Peralta. A campainha toca e Claudio Rosas tenta dar um aperto de mão a Hosking mas este  recusa sendo assobiado pelos fãs. Então Edward como Cláudio prendem o lock-up, medindo as suas forças no início do combate. Cláudio  rosas consegue o headlock, Edward tenta safar-se desferindo várias elbows na zona abdominal no seu adversário, o hold fica  suficientemente solto para Hosking empurrar Rosas na direção das cordas, mas Hosking não tem tempo de reagir quando Cláudio volta,  conectando com um shoulder tackle. Edward levanta-se rápidamente mas é novamente deitado ao chão com uma forte clothesline. O ciclo  repete-se mas desta vez Cláudio conecta uma back elbow! Edward Hosking acaba então para rolar para fora do ringue, Cláudio Rosas é  aplaudido de pé pelas suas fãs, o ambiente está ao rubro!

Edward Hosking está no lado de fora do ringue com a mão na nuca e começa a provocar o atleta português, este último reage ás  provações, vai ás cordas apanhando assim balanço para tentar atingir com um baseball slide mas Hosking desvia-se, puxa o resto do  corpo de Cláudio Rosas para fora do ringue e atira o “The Sexy” contra o poste do ringue, de cabeça! Isto de certeza que vai mudar o  rumo do combate, a vitória pode já estar decidida mas Edward Hosking quer castigar ainda mais o seu adversário e desta vez atira-lhe  para a barreira de proteção! Auch deve ter doido! O lutador inglês pega em Cláudio pelos cabelos arrastando o mesmo para dentro do  ringue, Hosking não está satisfeito com a dor provoca ao seu adversário e começa a estudar o mesmo num canto, enquanto ele se tenta  levantar no canto oposto.

Hosking espera pelo momento certo e corre para cima de Rosas com uma corner clothesline bastante potente, Cláudio Rosas começa a  cambalear para a frente, Scoop powerslam! Edward Hosking a aproveitar bem os seus momentos, vai então para o cover...1...2.. Cláudio  Rosas safa-se! O lutador vindo de Inglaterra não fica nada contente, e começa a castigar o seu adversário de forma agressiva com  vários faces stomps! Cláudio Rosas grita: “Não, a minha cara não!”. Edward levanta o seu adversário, sinalizando o fim do combate..  Talvez vá procurar o seu brainbuster mais conhecido como Mastermind! Não! Vindo do nada um European uppercut! Cláudio Rosas ainda está  no combate, atira o seu adversário para o canto, corre direito ao mesmo, clothesline! O quê? Outra clothesline! Vai agora para o  shoulder tackle na zona abdominal mas Edward Hosking desvia-se fazendo com que o lutador português choque agressivamente com o poste!  Edward espera por Cláudio.. O português está a sair do canto, vira-se… Fisherman suplex! Fisherman suplex! Edward Hosking faz o  cover..1……..2…. Não! Rosas continua no combate!

O inglês começa a ficar um pouco inconformado com o que esta a acontecer e descarrega em cima do seu adversário, com vários socos  seguidamente, Cláudio Rosas não tem como ripostar e limita-se a colocar os braços à frente da cara para minimizar os danos!! Cada soco  é mais forte que o último, os fãs assobiam Edward Hosking!! Rosas finalmente consegue fazer alguma coisa, consegue agarrar a perna do  seu adversário derrubando o mesmo parece que vai para o seu STFU mas Edward Hosking atira Cláudio Rosas para longe utilizando a força  das pernas! Ambos estão de pé, Clothesline por Rosas! Edward levanta-se rapidamente e responde com outra clothesline? Não, Rosas passa  por baixo e acaba por apanhar a cintura de Edward, o inglês reverte passando ele para trás de Rosas, apanha a cintura do mesmo, o  “Sexy” a tentar safar-se tenta uma elbow, mas Hosking é inteligente e deixa o português ficar de frente para si, BRIDGING NOTHERN  LIGHT SUPLEX! ASSENTAMENTO DE ESPADAS POR PARTE DO INGLÊS! 1……….2…….. NÃO! INACREDITÁVEL, ROSAS CONTINUA NO COMBATE! O que será  preciso fazer para acabar com o português? As suas fãs vão ao rubro! Cláudio Rosas não só estava quase a conseguir recuperar como  depois de um ataque aplicado de forma tão massiva pelo Edward Hosking ainda consegue safar-se e manter-se no combate! Quem não está  contente é Edward que começa a ficar frustrado!

Cláudio Rosas levanta-se muito lentamente, com Edward Hosking à sua frente. Edward acaba por atacar Rosas com um Big boot, mas este  esquiva-se, retribuindo a mesma manobra, com Edward a desviar-se mas Cláudio não resiste, clothesline! Clothesline! Ficam os dois no  chão. Inacreditável! Cláudio Rosas é o primeiro a levantar-se, começa a chamar por todas as suas fãs, cada vez se ouve mais na arena o  nome Rosas! Edward levanta-se.. Clothesline….. Outravez Clothesline, Clothesline! Assistimos ao chamado bump and feet! Rosas está a  virar o combate a seu favor depois de múltiplas clotheslines!! Edward vai novamente na direção do português.. Spinebuster!!  Spinebuster!! Cláudio Rosas começa a preparar-se para o seu Espinho de Rosa, Edward levanta-se lentamente a queixar-se das costas,  Cláudio consegue prender a cabeça do inglês entre as suas pernas.. Vai conseguir finalizar? Não! Edward levanta-se fazendo Cláudio  Rosas cair, este último levanta-se rápidamente.. Codebreaker! Codebreaker! Codebreaker! O chamado Black Hole Vacantion por Edward  Hosking!! Que combate!! Cláudio Rosas rasteja até ao canto, vai tentar levantar-se apoiando-se no mesmo..

O inglês aproveita quando o “Sexy” está encostado ao canto para o seu corner dropkick! Que dejavou! Só que desta vez vai seguir-se por  um bodyslam? Não.. Edward Hosking pendura Cláudio Rosas de cabeça para baixo no canto… Vai ao canto oposto, ganha balanço… Tree of  woe! Tree of woe! Em cheio com os pés na cara de Cláudio Rosas! Cláudio cai para o chão, Edward volta a ganhar balanço.. Outravez  corner dropkick só que desta vez com o adversário caido! Edward Hosking sinaliza o seu mastermind.. Começa a levantar o seu adversário  puxando o mesmo pelos cabelos mostrando desprezo pelo português.. O braço está preso, vamos para o brainbuster!!!! Não!! Quando já  está de pernas para cima Cláudio Rosas consegue voltar ao chão desferindo uma joelhada na cabeça de Edward. Suplex!! Suplex!! Depois  de se safar do brainbuster, Cláudio Rosas ainda consegue aplicar um suplex!!

Cláudio Rosas espera agora que Edward Hosking se levante.. Enquanto isso o português faz o público chamar por sí.. o ambiente está ao  rubro.. Spear! Spear! Oh meu deus! Não quero acreditar! Spear destruidor por Cláudio Rosas em Edward. Rosas levanta Edward.. Vai para  o Espinho de Rosa… Edward já está no ar meu deus, vai ser agora.. Não! Passa por cima da cabeça, Edward passa por cima da cabeça de  Cláudio Rosas, os lutadores estão de costas voltadas um para o outro, Cláudio Rosas vira-se, pele kick! pele kick em cheio na nuca do  português! Edward Hosking levanta o “Sexy” Cláudio Rosas sem dó nem piadade.. mastermind? brainbuster? SIM! MASTERMIND! EM CHEIO… O  combate vai terminar aqui, será? Vai para o assentamento de espadas… Um……………………..Dois……………………..Três! O vencedor deste combater por  assentamento de espadas é Edward Hosking, inacreditável!


Bernardo Roque: E o vencedor deste combate, passando à próxima ronda do torneio "Master of the Mat" Edward Hosking!

Tito Ribeiro: Que grande combate! Fiquei supreso, este jovem inglês conseguiu supreender-me e olha que já vi muito a chegarem e a  partirem nesta indústria... Edward Hosking parece-me um candidato sério a ser o primeiro campeão Undisputed. O que tens a dizer  Michael?

Michel-Baptiste Bangalter: O que tenho a dizer? Está claro que o Cláudio Rosas nunca iria ganhar, nem que o seu adversário fosse o Big  Bison Maniac que esteve na Vanguarda da Luta Livre... Sabes? Onde eu fui campeão supremo!

Vemos Edward Hosking a caminhar para o backstage com a mão erguida com um ar bastante intenso e frio e Cláudio Rosas a tentar  recuperar os sentidos à medida que a câmera vai para o mesmo backstage.

Na imagem surgem os bastidores da MEO Arena, focando uma parede. Lentamente a câmara move-se para a direita e encontra Jorge Gante  completamente sozinho sem Alexandra ou os Verno, personagens que também o caracterizaram na Vanguarda da Luta Livre, a fazer alguns  alongamentos e a treinar alguns movimentos básicos para o seu combate de mais logo com Gabriel “Gancho” Paquet. O público reage  positivamente.

À medida que o português intensifica a sua preparação ouvem-se passos e da esquina aparece o inglês Edward Hosking que acabou de  vencer Cláudio Rosas no primeiro combate da história da Ultimate Wrestling League. O mesmo não para, mas desacelera o passo e olha de  forma manhosa e cínica para Jorge Gante que retira o pé da parede, pausando assim a sua preparação. O mesmo apercebe-se da presença do  britânico e é aí que se olham mutuamente com um aparente ódio, também ele mútuo, no ambiente consideravelmente sombrio do corredor.  Hosking sorri e pisca o olho a Gante, enquanto este último parecia estar determinado em tirar o sorriso do primeiro semi-finalista do  Masters of the Mat.

A imagem à medida que Gante retoma os seus exercícios, regressa a arena, filmando a mesa de comentadores.


Tito Ribeiro: Edward Hosking não perde tempo, já com uma troca de olhares com Jorge Gante que estará, também ele em acção, durante  este Monday Night Kerosene...


Theme: https://www.youtube.com/watch?v=2S08HQcSkEI

Surge Anselmo Baldé de microfone em punho a descer a rampa perante uma ligeira reacção negativa de alguns fãs na plateia que se  recordam dele na Extreme Wrestling League onde lutava com o nome de Rick James...

Baldé: Ei! Ei! Ei! Tito Ribeiro... cala os boca!

O público vaia Anselmo Baldé.

Baldé: Não me assobiem seus colonoliastas dji merda!

A reacção negativa aumenta à medida que Baldé dá ordens à multidão presente no MEO Arena.

Baldé: É? É? Querem me dar os assobio? O MEU DINHEIRO SUAS PUTAS?

Anselmo Baldé entra no ringue, visivelmente irritado e pronto para competir.

Baldé: Permitam-me me dar os minha apresentação para quem não conhece. Meu nome é Anselmo Baldé, sou os melhor lutador dos África,  venho dos grande maior país dos África... ANGOLA! Que está a comprar este país dos branco, empresa aos empresa...

O público começa a entoar cânticos contra Baldé.

Baldé: E tal como os Angola estão a sodomizar os Português que pensavam que nos tinham ganho os guerra... Eu vou sodomizar os  Cheryshenko...

A plateia reage positivamente ao nome de Andrey Cheryshenko.

Baldé: André qualquer dos coisa... Mete os teu rabo russo branco que não vê os praia nem os sol desde os 2 anos de idade nos meu  ringue, para te mostrar como se fazem as coisas no meu bairro... seu filho dos PUTA!

Está um árbitro presente no ringue que dá indicações a Anselmo Baldé que não é ele que está programado para ser o adversário de Andrey  Cheryshenko...


Theme: https://www.youtube.com/watch?v=FkFR1d8i3A0

Tito Ribeiro: Oh-oh. Acho que Anselmo Baldé não se lembra que quando fazia este tipo de parvoices na Extreme Wrestling League acabava  sempre mal a noite...

Michel-Baptiste Bangalter: Até o Anselmo tem mais elegância que este Russo...

Andrey Cheryshenko caminha lentamente para o ringue ao som da sua intimidante música mantendo os olhos fixos em Anselmo Baldé não  mostrando qualquer tipo de emoção. A vista é impressionante e a postura do Russo é intimidante... Mas não para todos. Baldé continua  de microfone e olha olhos nos olhos para Cheryshenko.

Baldé: Cortem os música! Eu e tu. Temos os combate... agora mesmo!

Anselmo Baldé dá um estalo em Andrey Cheryshenko o que provoca uma reacção da plateia presente neste Kerosene. Cheryshenko mantem a  sua postura e lentamente acena que sim ao árbitro, para ele começar o combate. O árbitro após alguns segundos, dá lentamente sinal  para soar a campainha.


Andrey Cheryshenko vs Anselmo Baldé

O combate começa com Cheryshenko a virar-se lentamente olhando para Anselmo Baldé que sorri após o estalo que deu ao Russo. Anselmo  Baldé começa a provocar Cheryshenko gozando com ele. Cheryshenko subitamente desfere um murro que projecta o Pimp uns bons metros no  ringue colidindo contra as cordas. O invicto Russo faz um takedown em Baldé à medida que ele se tentava levantar, desferindo vários e  potentes murros deixando Baldé meio atordoado e já a sangrar no sobreolho direito. Cheryshenko levanta Baldé... Belly to Belly  Overhead Suplex! Baldé "voa" mais uns metros no ringue.

Cheryshenko leva Baldé para fora do ringue, não dando tempo nem espaço ao Palanca Negra. Cheryshenko agarra Baldé... POWERBOMB contra  o turnbuckle de aço do ringue!! Cheryshenko não o larga... Outra Powerbomb no turnbuckle!! A plateia fica algo chocada... Cheryshenko  esboça um sorriso frio... Terceira Powerbomb no turnbuckle, não o larga e aplica uma Powerbomb na borda do ringue, atirando Baldé para  o chão, gritando em agonia. O Russo pisa a cara de Baldé, sorrindo e gozando o africano... A plateia odeia Baldé mas acha que  Cheryshenko está a exercer brutalidade algo desnecessária. O invicto Russo agarra em Baldé, já dentro do ringue após ter colocado o seu adversário dentro do mesmo... GERMAN SUPLEX! Não o larga... Efectua  outro! E outro! Três German Suplexes! Baldé parece estar lesionado com alguma gravidade nas costas...

O Russo olha para Baldé que está no chão a contorcer-se horrivelmente com dores. Cheryshenko cerra os dentes... agarra Baldé pela  cabeça, coloca a sua cabeça debaixo do seu ombro direito... Levanta-o durante vários segundos... MOLOTOV(Jackhammer)!!! Baldé está  K.O. Cheryshenko faz o cover olhando para a cara de Baldé com um ar bastante intenso. 1....2....3!


Bernardo Roque: Senhores e senhoras... O vencedor deste combate... Andrey Cheryshenko!

Andrey Cheryshenko mantém-se a olhar para Anselmo Baldé em vez de festejar a sua vitória. De súbito ouve-se um eco no sistema de som  do pavilhão.

"Remember Dash."

"Remember the name."


Surge Dash no Titan Tron, com uma roupa algo esquisita, com uns óculos de sol batendo palmas lentamente à performance de Andrey  Cheryshenko... O russo levanta-se lentamente mantendo o seu olhar em Anselmo Baldé que está a ser assistido já pelo staff médico da  Ultimate Wrestling League no rinhgue.


Dash: Ó Russo! Aqui! Aqui!

Cheryshenko olha para o Titan Tron.

Dash: Vai aproveitando as tuas vitórias contra zés ninguém que andam na Youth Wrestling League como esse Anselmo Baldé. A hora de eu  te vencer e mostrar a todos que apenas és invicto em toda a tua carreira, por teres feito uma carreira a lutar contra inúteis como o  Baldé aproxima-se...

Dash sorri no Titan Tron exibindo um ar bastante confiante e provocatório para com Andrey Cheryshenko.

Dash: Aliás. Aproxima-se e de que maneira. Eu estou com uma vontade de tremenda de descer esse ringue e ensinar-te a ti e aos teus  compatriotas a não porem os vossos aviõezinhos rascos que estão sempre a cair a sobrevoar o meu belo país...

O público entusiasma-se com a possibilidade de mais um combate.

Dash: Mas... Não será hoje. Mas prometo-te ó Russo. Vais sentir o peso do meu pontapé nesse traseiro comunista... E após nos  encontrarmos no ringue, não serás mais invicto mas apenas um ponto de partida para a grande carreira da futura Lenda desta  indústria...

Dash aponta lentamente para si.

Dash: Eu!

A imagem do Titan Tron desvanece. Vemos Anselmo Baldé a ser levado de maca com alguma urgência. Andrey Cheryshenko mantem o seu olhar  no Titan Tron à medida que abandona a arena com um ar bastante indiferente e ausente. A Ultimate Wrestling League vai para um curto  Intervalo.

*****


Uma câmara suspensa no alto filma todo o pavilhão dando para ver todos os fãs, mas muda logo para uma que passa a focar o ring  announcer Bernardo Roque bem de perto. Ao que tudo indica a acção vai continuar.

Bernardo Roque: Este é um combate que faz parte da primeira eliminatória do torneio "Masters of the Mat"...

O barulho vindo das bancadas é bem audível.


Theme: https://www.youtube.com/watch?v=hMa5FYmd_uE

Bernardo Roque: Primeiro a caminho do ringue vindo de Setúbal a pesar 80 kgs… Diogo Valente!

Diogo Valente entra no pavilhão e caminha calmamente até ao ringue ao som do seu tema de entrada.

Michel-Baptiste Bangalter: Diogo Valente. O revoltado anti-sistema.

Tito Ribeiro: Vamos ver do que ele será capaz... De momento parece-me que fala mais do que o que pode realmente fazer.

Michel-Baptiste Bangalter: Provavelmente é capaz de nada, capaz de nada Tito…


Theme: https://www.youtube.com/watch?v=3oZClso_yUQ

Bernardo Roque: E o seu oponente vindo do Porto com 98 kgs… Micael Estefari!

Michel-Baptiste Bangalter: Mas... de onde saíu este bilhete postal antigo? Que idiota! É uma vergonha para este desporto ter uma fraca  figura destas a disputar um conceituado e relevante torneio para um ainda mais conceituado e relevante título.

Tito Ribeiro: Mais um completo desconhecido do público.

Michel-Baptiste Bangalter: Conheces este idiota de algum lado?

Tito Ribeiro: Não. Mas não devias julgar um livro pela sua capa.

Michel-Baptiste Bangalter: Como não devia? Olha bem para ele. Treinador da Vida? Que idiotice é esta?


1ª Eliminatória do Torneio "Master of the Mat" - Micael Estefari vs Diogo Valente

Ambos os lutadores estão dentro do ringue a olharem um para o outro, o árbitro é André Esteves, ele revista os lutadores e manda soar  a campainha para dar início ao combate. Os dois lutadores medem forças com um hold a meio do ringue e o luso-italiano ganha facilmente  devido à discrepância de pesos. Estefari soca várias vezes Diogo que não consegue sair do chão até que afasta-o com um pontapé.

Diogo atira Estefari na direção das cordas, mas depois de balancear nas cordas ataca com um espalhafatoso dropkick! “O treinador da  vida” está com a pica toda e aplica um tornado DDT no setubalense que fica no chão a queixar-se, mas Micael Estefari não dá muito  tempo, levanta-o e atira-o contra um dos cantos até que tenta um spear, mas Diogo conseguiu escapar fazendo com que o luso-italiano  fosse de ombro ao poste.

Diogo Valente tenta um roll up 1…2… mas Micael safa-se. Diogo submete Estefari a um crossface, mas o life coach não desiste  conseguindo chegar às cordas fazendo o árbitro começar a contagem e Diogo largar a submissão. O "the Midnith son" dá vários pontapés  na zona a abdominal do seu oponente até que o levante e suplex! Diogo tenta novamente o cover, mas Estefari safa-se logo e Valente não  gostou muito disso então começou a acertar uns quantos murros no adversário.

Ele não está nada contente por Estefari continuar a “respirar” então espera que ele comece a levantar-se e Roundhouse Kick! O life  coach cai no chão e Diogo não o deixa respirar quase aplicando um koji clutch! Diogo aplica o finisher em Estefari! Este está quase a  desistir, mas usa todas as suas forças para se levantar com sucesso e de seguida atira-se para o chão caindo por cima de Diogo Valente  que é forçado a largar a manobra. Estefari parece que voltou ao combate e esquiva-se a um clothesline de Diogo para depois balancear  nas cordas e faz um roll-up do nada! O árbitro dá início à contagem e 1…2…3!


Bernardo Roque: E o vencedor deste combate, passando à próxima ronda do torneio "Master of the Mat"… MICAEL ESTEFARI!

Michel-Baptiste Bangalter: Enfim, que combate fraco a todos os níveis.

Tito Ribeiro: Até acho que foi um bom combate proporcionado por estes dois lutadores. Estefari foi muito inteligente acabando este  combate mais cedo do que o que seria expectável com este roll-up.

Michel-Baptiste Bangalter: Recuso classificar positivamente esta abominação de combate.

Ouve-se bastantes aplausos para o lutador do Porto, que parece ter conquistado o público com este combate e com esta reviravolta.  Enquanto está de braços no ar a festejar, Diogo Valente ataca-o na cabeça com um microfone derrubando-o... O público vaia extremamente  irritado. Diogo Valente cospe em Estefari e ouve-se ele a gritar a dizer "Vais pagar caro por isto!" repetidas vezes.

Michel-Baptiste Bangalter: Finalmente uma atitude decente, uma atitude de homem! Só por isto já começou a subir uns valentes pontos na minha  consideração!

Tito Ribeiro: Lamentável atitude de Diogo Valente a manchar a sua prestação neste combate...

Michel-Baptiste Bangalter: Lamentável foi ver aquele Estefari vencer um combate sem saber como. Isso sim foi lamentável! Tens de ser mais imparcial  Tito.

Após o tempo suficiente para os lutadores começarem a abandonar o ringue a câmera foca-se no Titan Tron.

A imagem para passa para uma das salas privadas do MEO Arena, um dos vários bastidores, onde artistas de renome costumam se colocar  durante os seus eventos. A sala é iluminada por uma luz que está precisamente no centro do teto da mesma. Depois de a câmara filmar  todos os cantos da sala aparece um homem de pele negra com um copo de pé e uma garrafa de vinho na mão, grande porte físico, vestido  de camisa branca e umas calças justas ao corpo. Esse homem é Delmar Bento, um dos maiores nomes da UWL.


Delmar: Bem-vindos ao meu camarim aqui na UWL.

A câmara filma ao pormenor Delmar a encher o copo com vinho. Ele dá um pequeno gole do copo e aprecia o vinho num pequeno espaço de  tempo.

Delmar: Perguntam vocês o que estarei eu a fazer em direto do MEO Arena para o Kerosene, presumo eu… Será que estou aqui, porque vou  voltar aos grandes palcos e participar nesta nova companhia?

Delmar pousa o copo e foca o seu olhar na câmara e abre os braços como quem estivesse a dizer que tudo o que era visível era fruto do  seu sucesso.

Delmar: Como podem ver esta sala tem de tudo o que uma pessoa pode ambicionar... Sabem porquê? Porque eu sou bem sucedido, com provas  dadas, com matéria apreendida e com uma lição muito bem estudada. Relembro-vos que sou um atleta prestigiado que sabe o que é o  sucesso e ser um Campeão... Pois conquistei o ouro na Vanguarda da Luta Livre... ao contrário de muitos neste plantel que nunca  ganharam nada e que nunca se rodearam de ninguém que merecesse ser rodeado…

Cruza os braços, depois de colocar a garrafa e o copo de parte e faz um compasso de espera como se estivesse a pensar esboçando uma  cara de pensativo. Subitamente ele é bastante afirmativo.

Delmar: No entanto... Eu assinei pela Ultimate Wrestling League. Irei dar o toque de prestígio, intensidade e categoria que falta a  esta federação. Estarei presente para a semana no próximo Kerosene, não nos balneários como hoje, mas no ringue e irei continuar a  minha incontornável marca no Wrestling Português... Hoje tive uns assuntos para tratar nos bastidores, na próxima semana será no  ringue, vejamos o que acontece, quando o “The Wall” entra pela cortina a dentro… Até mais.

Delmar pega no copo, apreciando a qualidade do seu vinho, dando novamente um pequeno gole à medida que a imagem desvanece.


Última edição por Guerrero em Seg 05 Jan 2015, 21:31, editado 1 vez(es)

_______________________________________________________________

avatar
Guerrero
Danny McLaughlin

Mensagens : 230
Data de inscrição : 18/05/2014
Idade : 26
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

MONDAY NIGHT KEROSENE #1 (SIC-R) - (05/01/2015)

Mensagem por Guerrero em Seg 05 Jan 2015, 20:33

A imagem volta para o pavilhão com o tema “I Don’t Wanna Rhyme” de Diabolic, faixa de James Brandão, a  fazer-se badalar em toda a arena. James já está dentro do ringue, ele está vestido com uns calções pretos desportivos que lhe dão  pelos joelhos, umas airforce pretas e brancas que costuma usar e a camisola preta dos LA Kings, equipa de hóquei em gelo da NHL.
James está com um microfone na mão pronto para falar.


James: Há uns dias atrás quando me contrataram disseram-me “James quero atitude!”, tu não és um “homem”!

James faz uma voz grossa em tom de gozo enquanto imita Bruno Pavão e é percetível o riso do público.

James:
Eu fiquei admirado e perguntei-me a mim mesmo “que vem a ser isto? Será que estão a falar para alguém atrás de mim?”.

James caminha lentamente na direção do canto e senta-se nele.

James:
Mas era mesmo para mim…

Ele inspira fundo antes de voltar a falar.

James:
Questionam a minha atitude… Dizem que não sou um homem… algo de muito errado se passa… Principalmente quando vou ao youtube e  vejo um vídeo onde uma certa pessoa diz “Eu sou o melhor lutador a pisar um ringue da UWL!”.

Imita a voz de Dash com um toque efeminizado.

James:
Espero que a noção bata um dia destes à porta de casa do Dash, porque a única coisa que ele vai ser melhor a fazer num ringue é a estar deitado no chão… mas Dash! Tu és um “homem!” com bastante “atitude!”.

James ri-se um bocado ao mesmo tempo que se ouve risos vindos do público depois de imitar mais uma vez as expressões do dono da UWL em  tom de gozo.

James:
Ao que parece só terei atitude quando parecer uma criança com 10 anos a falar ou quando começar a imitar o Marilyn Manson e  andar a mutilar-me para a internet ou mesmo quando for um mestre da demagogia e andar por aí a enganar e manipular toda a gente com  discursos complexos, mas complexamente cheios de treta, cheios de nada…

O “Havoc” baixa a cabeça, põe a mão direita na cara e percorre a cara toda com ela antes de voltar a falar.

James:
O meu passado basicamente foi lutar, pelo meio tive uns problemas, mas o meu presente e futuro voltou a ser lutar, porque é  isto que gosto de fazer, é isto que sempre quis fazer quando fosse grande!

Desce o canto com um pequeno salto e vai até às cordas onde pousa os braços e continua a falar.

James:
Um homem sabe aquilo que quer e eu sei o que quero. Quero lutar! É o que amo fazer e esta é a minha atitude! Eu faço isto por  amar esta arte e não por causa do dinheiro por exemplo, para um dia mais tarde andar-me a mostrar em filmagens num camarim vestido com  uma camisinha e dizer que não preciso disto, porque estou podre de rico…

Ele larga as cordas e passa a centrar-se no meio do ringue.

James:
Fiquei desiludido por me pedirem atitude e depois não me meterem no torneio, mas isso não importa, eu mostro de outra maneira  desfiando qualquer lutador desta federação para uma luta, não me importa se é um russo brutamontes, ou um endinheirado que anda a  gastar dinheiro em esteroides, não me interessa nada, porque não tenho medo de enfrentar ninguém!

Depois de acabar o discurso, James larga o microfone no ringue e abandona o mesmo dirigindo-se de seguida para a saída sem olhar uma  única vez para trás.

Tito Ribeiro:
James Brandão estará em acção num desafio aberto no próximo Kerosene. Sem dúvida que este jovem demonstrou alguma  coragem, não achas Michel?

Michel-Baptiste Bangalter: Coragem? Ele demonstrou ser um idiota. Não há nada de corajoso ou inteligente em por-se numa situação  destas. Ele não se vai poder preparar condignamente para o combate pois não sabe quem será o seu adversário!

Tito Ribeiro: Bernardo Roque é que parece já saber quem serão os próximos adversários neste próximo combate...



Theme: https://www.youtube.com/watch?v=1iMOnYRSOao

Bernardo Roque: E o próximo combate está marcado para uma derrota e é a contar para a primeira ronda do torneio “Master of the Mat”!  Primeiro, vindo de Portimão, pesando 91 kg... é Gabriel “Gancho” Paquet!

A arena fica escura, apenas com uma luz fraca para dar o mínimo de visibilidade. Um foco luminoso enorme aponta para a entrada onde  aparece Gabriel Paquet. O “Gancho” parece calmo e confiante enquanto faz a sua caminhada lenta e indiferente ao público, em direção ao  ringue.

Tito Ribeiro:
Paquet é ainda um jovem lutador apesar de já ter no seu currículo um registo de 5-0 em lutas de MMA. Também no seu  currículo tem 4 anos de prisão, o que tornam este homem um dos maiores “pontos de interrogação” desta Ultimate Wrestling League.

Michel-Baptiste Bangalter: O Paquet é um jovem ambicioso que tem um objectivo claro e preciso em mente, vencer para lucrar. Quando é  assim, quando tu tens um motivo claro para lutar, quando tens um incentivo como o que Paquet tem, a vitória torna-se apenas uma  questão de tempo. Eu gosto do miúdo.

Tito Ribeiro: Não sei se o amor cego pelo dinheiro poderá ser um benefício para ele, acho que irá ser mais uma distração.

Michel-Baptiste Bangalter: Distração? Tito, por favor. Até parece que existe outro motivo pelo qual todos os lutadores que vimos aqui  hoje estão a lutar nesta federação sem ser pelo dinheiro. Todos querem lutar, Paquet apenas quer mais que qualquer um e isso vai  torna-lo mais perigoso que os outros.

Gabriel “Gancho” está no ringue, esperando pacientemente pela entrada do seu adversário. Depois de vários segundos de espera, é então  que a música de Jorge Gante começa a tocar.


Theme: https://www.youtube.com/watch?v=TkV5709EG5M

Bernardo Roque: E o seu adversário, diretamente da Covilhã, pesando 99kg, ele é Jorge… GANTE!

Um “pequeno espetáculo” de pirotecnia acompanha o início da música de Gante, simbolizando a importância do lutador. Apos o mesmo,  Jorge aparece no stage, com paços lentos e focando o seu olhar no ringue onde já se encontra Paquet. A meio da rampa, Gante fecha os  olhos e abre os braços, imitando a posição imortalizada por Cristo, seguindo assim para o ringue. Já neste, senta-se no “mat” de  pernas cruzadas e apontando para o publico, dedicando o combate a este.

Tito Ribeiro:
Jorge Gante, um homem novo e renovado que, sem esquecer o passado, olha para o futuro mais risonho e promissor, segundo  este.

Michel-Baptiste Bangalter: Eu conheço o Gante, já estive na mesma federação que este e já vi o que ele é em ringue. O Paquet vai  certamente desmontar esta amostra de lutador. Gante é bastante fraco como lutador, desconcentra-se imenso com os seus pensamentos e as  suas alucinações. Nada que um homem focado e determinado como o “Gancho” não derrube facilmente.

Tito Ribeiro: Eu se fosse a ti esperaria para ver o que Gante tem de novo para oferecer, o mesmo recuperou da terrível lesão que o  impedia de se entregar completamente em ringue e agora está melhor do que nunca, veremos aqui um lutador com capacidades de chegar à  final do torneio?

Michel-Baptiste Bangalter: Claro que vemos, Tito, o nome dele é Gabriel “Gancho” Paquet!


1ª Eliminatória do Torneio "Master of the Mat" - Jorge Gante vs Gabriel Paquet

A campainha soa e o combate começa. Nuno Garcia é o árbitro do combate. Cada um dos lutadores está no seu canto e ambos aproximam-se  do meio em posição defensiva, com os braços levantados a defender a cara. Ambos têm background de MMA o que poderá ditar um combate  agressivo e físico. Quem toma a iniciativa é Gabriel Paquet que com um rápido Single Leg Takedown manda Gante ao tapete, mas o homem  da Covilhã consegue retirar o adversário de cima de si com uma seria de murros e pontapés. Gabriel recua ao seu canto mas mantendo  sempre o seu olhar focado em Gante que aproveita para respirar. Os dois, cada um no seu canto, voltam a ir para o meio do ringue onde,  desta vez, é Gante que consegue derrubar Paquet, utilizando a sua vantagem de altura e peso com um Double Leg Takedown. “Gancho”  consegue chegar às cordas e sair fora do ringue, deixando Gante dentro deste a chamar por ele. O público aplaude este início de  combate equilibrado onde os dois lutadores mostraram estar de igual para igual neste combate.

Gabriel volta a entrar no ringue e parte imediatamente para cima de Gante com um Double Leg Takedown e bate com ele no chão com enorme  impacto. Agora que se encontra em cima de Jorge, Paquet aproveita para desferir um monte de murros. Gante, sempre com os braços e  punhos a cobrir a cabeça, encontra-se, ainda nesta fase inicial do combate, numa posição perigosa. Gabriel continua a desferir murros  até que decide tentar passar para uma submissão. Ele agarra num dos braços de Gante e aplica um Arm Triangle Choke e tenta ao máximo  bloquear as vias respiratórias do adversário. O objectivo de “Gancho” não é fazer o adversário desistir, mas sim mete-lo inconsciente  e marcar uma posição. Depois de se arrastar a si próprio e ao adversário, Gante consegue chegar às cordas e fazer com que Paquet  quebre a submissão, mas apenas à contagem de 4. O lutador alucinado, como era conhecido, encontra-se agora algo atordoado e levanta-se  com algumas dificuldades depois de ficar sem oxigênio durante uns segundos. Gabriel parte outra vez para a ofensiva e desta vez com um  Arm Bar que manda o oponente ao chão. Ao levantar-se, este leva um pontapé no estomago por parte de Paquet que rapidamente aplica um  Neckbracker a Jorge. Com o adversário no chão, este aplica uma serie de foot stomps na cabeça do homem da Covilhã. Paquet está,  visivelmente, a concentrar-se na cabeça de Gante, com vista a meter o adversário KO o mais rápido possível. O público apupa a táctica  utilizada por “Gancho” que se prefere mostrar as suas qualidades de MMA e abrandar o combate, do que deixar este desenvolver-se a uma  maior velocidade. Gante tenta levantar-se lentamente do chão, local onde ele passou maior parte do combate até agora, mas é abordado  pelo adversário que o coloca num Short Rear Nacked Choke, para tentar acabar com o combate já ali.

Gante recusa-se a desistir, mas a submissão vai aos poucos acabando com todo o oxigênio que este tem. Este, lentamente, vai  desfalecendo e o árbitro Nuno Garcia levanta o braço dele para ver se continua consciente. O braço cai e o árbitro repete o  procedimento pela segunda vez, novamente sem sucesso. Se o braço cair uma segunda vez Gante perde o combate por KO. Nuno Garcia  levanta o braço de Gante e deixa este cair, mas Gante consegue manter este no ar e assim mantem-se no combate. Jorge começa a revirar  os olhos, quase como se estivesse a ter uma convulsão. Depois de alguns segundos neste estado, Gante volta ao normal, como que se  tivesse recuperado as energias e atingido um pique de adrenalina. Esforço Jorge levanta-se e Paquet fica pendurado às costas do  adversário, recusando-se a largar a submissão. Gante procura um canto e, assim que o localiza, corre de costas para este, batendo com  o adversário contra ele. Ainda assim, Gabriel recusa-se a largar a submissão e Gante volta a desfalecer lentamente. Num movimento de  instinto, rápido e seco, Jorge baixa o seu tronco e cabeça, deixando um joelho e um pé firmes no chão, fazendo o adversário rebolar  por cima deste e safando-se da submissão. Paquet encontra-se agora no meio do ringue e Gante no canto. Gabriel corre em direcção a  Jorge apenas para encontrar o cotovelo deste. O homem da Covilhã aproveita o momento para aplicar um STO contra o canto do ringue.

Gante começa a ganhar o controlo do combate, indo às cordas e, com Paquet de joelhos depois do impacto do move anterior, aplica um  Shinning Wizard ao algarvio. Gabriel “Gancho” consegue rebolar para fora do ringue, mas apenas para ver Gante mais uma vez a ir às  cordas do outro lado e a atirar-se num Suicide Dive, depois de atravessar todo o ringue a correr, que conecta com impacto e manda  Paquet contra a barreira de segurança. O público está em euforia com este move de Gante e aplaude o lutador. Este levanta o seu  adversário do chão e aplica um German Suplex contra o chão em volta do ringue. Gabriel rasteja pelo chão da arena e vai encostar-se  aos degraus de aço, sentando-se com as costas apoiadas nestes. Jorge, que repara na posição de Paquet, afasta-se deste apenas para  ganhar balanço para aplicar um Running Dropkick de grande impacto. O Corpo de Paquet é lançado por cima dos degraus de aço e estes  caiem também, tornando a queda bastante aparatosa. Gante sobe para cima da barreira, juntando a mãos como se tivesse a rezar, virado  para o público. Este vai ao delírio e canta o nome do lutador. Jorge desce da barreira e vai ter com Paquet, para por este dentro do  ringue. O homem da Covilhã entra também neste, partindo de imediato para o pin. 1… 2… e Paquet safa-se. Nota-se que este encontra-se  algo estafado depois do comeback do seu adversário. Gante domina esta fase do combate, preferindo, ao contrário do adversário, um  combate mais rápido e com trocas de moves.

Jorge parte para cima do adversário, aproveitando que este moveu-se para o canto para tentar se levantar, para lhe acertar com uma  serie de combinações de pontapés e cotuveladas. Neste momento Paquet consegue contra-atacar e reverter as posições, colocando Gante  contra o canto e atacando-o com uma serie de Uppercuts. Agora é a vez de Jorge reverter as posições e de encostar, mais uma vez,  Paquet ao canto e conectar com uma serie de pontapés e cotoveladas. Gabriel consegue conectar com um Uppercut potente que faz Gante  recuar uns passos, mas este rapidamente reage com um Elbow na cabeça do “Gancho”. Agora é a altura do Algarvio reagir com mais um  uppercut, apenas para levar com a reacção do homem da Covilhã que conecta, mais uma vez, com um Elbow na cabeça. Os dois homens estão  no meio do ringue e continuam com estra troca insana de Uppercuts e Elbows. O público está ao rubro com a resistência dos dois  lutadores que estão a matar-se um ao outro. Paquet, Gante, Paquet, Gante, Uppercut, Elbow, Uppercut, Elbow. Finalmente, os dois  lutadores acabam com a troca de moves, exaustos e mal se aguentando em pé. É neste momento que Jorge tenta ganhar a vantagem com mais  um Elbow, mas Gabriel reverte e aplica um overhead Belly-to-Back suplex.

Os dois encontram-se agora no chão, sem se mexer e, o arbitro Nuno Garcia começa a contagem. 1, ninguém se move. 2, Gabriel começa a  mostrar sinais de vida e Jorge contínua imóvel. 3, Gabriel começa a tentar levantar-se, sentando-se no ringue. 4, Jorge rapidamente  acorda e, com a ajuda das cordas, levanta-se antes do árbitro chegar aos 6. Neste momento, Jorge já se encontra levantando e Paquet  ainda se encontra sobre um joelho. Gante aproveita que que Gabriel ainda está atordoado e vai ao lado de fora do ringue, na apron,  para se lançar numa Springboard High Knee, mas Gabriel consegue conectar com um Superman Punch que deixa Gante no chão. Paquet vai  para o cover, 1… 2… quase 3, mas não! Gante sobrevive depois de um superman punch com um enorme impacto. Gabriel está raivoso com o  arbitro, este afirma ter sido 3 mas o arbitro insiste que não. Gabriel, em desespero, vai partir para o seu finisher, o Gancho. Ele  tenta colocar o seu adversário em posição do seu finisher, de barriga para baixo, mas Gante oferece alguma resistência. Quando vê que  não consegue aplicar o Gancho, o Algarvio levanta Jorge, mas este, muito débil, mal se consegue manter em pé. Este ri-se do estado de  Jorge que, antes estava a dominar o combate, mas agora, quase que estava ajoelhado a seus pés. Paquet volta a tentar levantar Jorge,  mas este consegue contra-atacar com um Shoulder Jawbreaker. Gabriel fica agora agarrado à boca e Gante aproveita a situação. Num  movimento rápido, Jorge mete-se de pé e dá um pontapé do estomago de “Gancho”, fazendo-se curvar perante Gante que meta a cabeça deste  por entre as pernas. Jorge junta as mãos e reza, durante uns segundos, para depois levantar o seu adversário em posição de Piledriver  e aplicar o seu finisher, Vernal! Jorge vai para o pin, 1…2…3 e o combate acaba!


Tito Ribeiro: E o combate acabou, Jorge Gante ganha e que fantástico hino ao Wrestling! Um dos combates mais renhidos que vi nos  últimos tempos, mas Gante conseguiu superar as dificuldades e passar a próxima ronda do torneio.

Michel-Baptiste Bangalter: O combate foi completamente roubado. O Paquet ganhou o combate com aquela contagem mal feita do  árbitro...aquilo foi 3! Claramente! E agora no final o pontapé do Gante foi claramente nos testículos de Gabriel, como raio é que o  oficial da UWL não viu isto? Se fosse comigo eu não descansava enquanto a vitória não me fosse dada! Este torneio está manchado!

A câmara passa para o backstage da arena. Este foca Bruno Pavão que, à medida que percorre os corredores do local onde se realiza hoje  o primeiro show da UWL, vai cumprimentando alguns funcionários e lutadores que encontra no seu caminho. Depois de andar um pouco,  encontra dois novos lutadores da UWL que ainda não se estriaram nem estão anunciados para o espetáculo de hoje, sendo eles Lucas Teles  e Carlos Freixo.

Pavão:
Boas noites meus senhores.

Freixo: Oh, senhor Pavão, como está? Deixe-me dizer-lhe, de um presidente para outro, você realmente conseguiu promover aqui um  excelente espetáculo.

Teles: E ai, senhor presidente? Ora, que show massudo. Dá para ver que a UWL é mesmo uma empresa de qualidade e que fiz muito bem em  assinar por esta.

Pavão: Agradeço... mas é curioso pois eu venho mesmo falar com vocês os dois sobre qualidade.

Neste momento, Fedrix vai a passar no corredor, com os fones nos ouvidos e uma mala desportiva as costas, passando por Pavão e os dois  lutadores sem olhar para eles, o que deixa o presidente da UWL algo desconfortável.

Pavão: Fedrix!

Pavão faz Fedrix parar metendo-se à frente deste. Este fica espantado por ver o presidente e, retirando os fones dos ouvidos, estende  a mão para o cumprimentar.

Fedrix:
Senhor Pavão, peço desculpa, não o vi. Eu ia agora embora visto não ter combate hoje.

Pavão: Como? Embora? Meu amigo, eu pago-lhe para comparecer aos shows, você pode ser chamado por algum motivo ao ringue ou a outro  lugar qualquer. Isso mostra uma enorme falta de dedicação da sua parte, sabe?

Olhando para os outros dois lutadores, Freixo e Teles, que estavam a assistir à cena.

Pavão:
E isto que eu vou dizer não é só para o Sr. Fedrix, mas também para vocês os dois. A UWL é uma empresa a serio, com grandes  lutadores e grandes objetivos. Não existe lugar para pessoas sem ambição ou interesse. Sabem porque é que vocês não estão no card  deste primeiro show?

Todos baixam a cabeça. Mesmo desconhecendo o motivo, os lutadores sentem-se desiludidos consigo mesmos por estarem a ouvir uma  reprimenda do presidente ainda no primeiro show.

Pavão:
Porque vocês não são interessantes o suficiente para constar neste. Não conseguiram captar atenção suficiente, não conseguiram  criar impacto suficiente durante estas últimas semanas, para constarem neste card. Por isso, meus amigos, o meu tempo é valioso, assim  como o meu dinheiro, e se há coisa que eu detesto são pessoas que façam-me desperdiçar esses dois elementos. Vocês os três, estão a  faze-lo neste preciso momento.

Pavão fica em silêncio durante alguns segundos, olhando para as caras dos três lutadores que estavam a sua frente. Este ajeita a  gravata e retoma o discurso.

Pavão:
Ficam avisados que eu sou uma pessoa que espera resultados imediatos. Quem não os apresentar... será despedido. Como tal...  Sabem o que têm de fazer não é? Boa noite meus senhores.

Pavão começa a afastar-se dos lutadores, mas, lembra-se de algo à última da hora e volta a virar-se para eles.

Pavão:
Mais uma coisa, na próxima semana, teremos um combate de Ameaça Tripla no Kerosene. Os participantes serão… Lucas Teles, Carlos  Freixo e Fedrix, sim, vocês os três. E terá uma estipulação especial mas essa ainda não irei revelar.

Pavão abandona o local no backstage onde decorreu esta troca de palavras. Os três lutadores ficam a olhar uns para os outros de forma  algo confusa. A imagem vai desvanecendo lentamente com os três lutadores a encararem-se.

A imagem da emissão altera-se. Encontramo-nos ao pé de umas escadas da arena, com umas janelas por trás que dá para a rua. O ambiente  é escuro, visto estar de noite lá fora, mas existe um foco de luz proveniente de uma lâmpada que se encontra no teto do corredor que  dá para as escadas. No foco, sentado nas escadas, encontra-se uma das novas contratações da UWL, Richard Fernandes. Este penteia o seu  cabelo loiro para trás com um pente que, assim acaba, guarda no bolso do casaco que trazia vestido.


Richard: Um homem com passado é um homem que sabe o que esperar do futuro. O futuro é definido pelas ações de cada um, e as ações de  cada um definem a verdadeira natureza do homem.

Richard retira do seu casaco uma fita adesiva branca e começa a enrolar esta a volta do punho direito, como um lutador de boxe.

Richard:
Um verdadeiro homem não tem medo de fazer aquilo que acha estar certo. Um verdadeiro homem não tem medo de fazer justiça  pelas próprias mãos. Um verdadeiro homem não tem medo de ser o único a lutar por uma causa, quando esta é a sua.

Acabando a mão direita, este morde a fita para a rasgar, passando de seguida para a outra mão.

Richard:
Na UWL, existe muitos falsos homens, existe muita causa perdida, existe muita hipocrisia e injustiça. Hoje em dia, são poucos  os homens de honra e que decidem lutar pela Justiça em vez de lutar pelos interesses próprios.

Richard acaba então a mão esquerda e, assim como fez anteriormente, morde a fita para a rasgar, para de seguida, guardar esta no bolso  do casaco. Fernandes dá um murro com o punho direito na mão esquerda e de seguida faz o contrário.

Richard:
O meu nome é Richard Fernandes, não se esqueçam deste nome, pois vai ser o nome do homem que irá trazer Justiça à UWL… nem  que seja pelas próprias mãos.

A imagem vai aos poucos desvanecendo mostrando o lutador que permanece sentado nas escadas do MEO Arena... A câmera volta ao ringue.


Theme: https://www.youtube.com/watch?v=t59vYoP6LkY

Tito Ribeiro: E pela segunda na mesma noite, aí temos o inglês! Ele que impressionou frente a Cláudio Rosas, batendo o português no  combate inaugural deste Monday Night Kerosene!

Hosking permanece com a mesma indumentária que usou no combate contra Cláudio Rosas e aproxima-se rapidamente do ringue, exigindo no  momento um microfone e subindo até ao ringue de seguida, através dos degraus. O mesmo é recebido por um público hostil que parece não  simpatizar particularmente com ele.

Tito Ribeiro:
E após falar imenso nos seus vídeos, parece que esta será a primeira vez em que teremos o privilégio – ou não – de ouvir  o semi-finalista do Masters of the Mat a falar ao vivo no Kerosene! Falando por mim, não sei o que esperar!

Michel-Baptiste Bangalter: Estou bastante agradado com este lutador. Vai ser um prazer ouvir o que ele tem para dizer.

Tito Ribeiro: Esta personagem parece ser pouco estável e portanto é difícil assumir algo do género… sabe-se lá do que é capaz e, mais  importante, o que vem cá fazer depois de ter batido o Cláudio Rosas e ter feito o seu papel nesta noite. Podia estar muito bem a  preparar-se nos bastidores para a apresentação do Undisputed Championship. Mas lá está, este lutador parece distinguir-se por ter uma  personalidade muito particular.

O lutador já se encontra no ringue, a dar pequenos passos de um lado para o outro enquanto o público continua a apupá-lo. O mesmo  ergue a cabeça e fecha os olhos, como que absorvendo e alimentando-se dos assobios da plateia.

Edward Hosking: Sabe bem fazer história na Ultimate Wrestling League! E felizmente hoje foi só o começo dum conto duradouro que irá  marcar todas as fundações desta companhia durante a sua existência. Que história é essa, certamente perguntarão vocês nas vossas  mentes compreensivelmente cansadas e tremendamente limitadas, fruto do enorme decréscimo de qualidade que se deu após o meu combate. E  quem demonstra tamanho talento só pode ter uma ambição: ter na cintura o título máximo de uma federação. Será o fruto de todo o  controlo assinalado nas próximas semanas. Esse é o meu desejo na Ultimate Wrestling League. E assegurar que o ouro está em mãos  seguras. Portanto, de forma breve…

Hosking: Deixem estar, presumivelmente não vale a pena. Vou-vos deixar tranquilamente enquanto tentam aproveitar o resto do mísero  evento, cujo seu ponto alto foi mesmo o seu princípio. Uma vitória metódica! Poderosa! Dominadora! Que obviamente será apenas igualada  ou superada na próxima vez que me cruzar com um adversário neste ringue. Porque, pela primeira e última vez hoje, tenho de vos  instruir: não é uma questão…


Theme: https://www.youtube.com/watch?v=3oZClso_yUQ

Tito Ribeiro: O Treinador da Vida interrompe Edward Hosking! O português com origens italianas volta a marcar presença no evento após  derrotar Diogo Valente e marcar presença nas meias-finais do primeiro torneio anual Masters of the Mat!

Michel-Baptiste Bangalter: Mas... que raio? Este idiota outra vez? O Diogo Valente devia ter-se certificado que ele não vinha aqui  gastar mais tempo deste precioso espetáculo.

O lutador nascido no Porto desloca-se para o ringue com o seu cachecol e óculos de sol queixando-se um pouco da cabeça após o ataque à  traição de Digoo Valente, enquanto Hosking torce o nariz e não parece mesmo nada impressionado com esta interrupção ao seu discurso.

Hosking: Perdoa-me!? Qualquer período seria aceitável, mas neste momento estou a lecionar uma plateia que necessita urgentemente de  uma consciencialização acerca dos mais básicos princípios de vida! Certamente há lugar para mais um, mas aviso desde já que a  felicidade que o Michael tanto deseja não está escondida debaixo do ringue nem tão pouco no meu bolso!

Michael Estefari: Não posso deixar de assinalar semelhanças entre ti e o Diogo Valente, adversário que de igual modo derrotei durante  o evento de hoje. Ambos parecem querer dar a imagem de que são maiores do que o vos rodeia e penso que este público não concorda nem  um pouco com essa demonstração de repugnância e falta de controlo pessoal!

O público mostra-se agradado com a primeira intervenção de Estefari, ao que Hosking não hesita em responder logo a seguir.

Hosking: Diogo Val… quem? De qualquer modo não deixa de ser curioso, pensei em fazer uma comparação semelhante! Mas não me envolvia a  mim nem tão pouco a esse lutador que pelos vistos foi derrotado há pouco. É que não consigo deixar de pensar nas semelhanças entre o  Cláudio Rosas e o Michael Estefari: dois lutadores com aspeto duvidoso – não gosto de discriminar, mas os reparos são sempre  inevitáveis – e com algo que os liga intimamente durante a vida: os desgostos e os fracassos… a expressão na tua cara não me é  convincente o suficiente. E estou convicto de que no próximo Kerosene…

Estefari está farto de ouvir o discurso de Hosking, tirando-lhe o microfone da mão e atirando-o para fora do ringue. Isto deixa o  inglês obviamente fulo.

Estefari: Na próxima semana, no segundo Kerosene, será Estefari contra Hosking com o vencedor a avançar para a final do Masters of the  Mat! Eu estou apenas convicto disso porque foi anunciado há momentos nos bastidores. Se não estivesses a abrir a boca  desnecessariamente no ringue obviamente saberias do sucedido. E como é óbvio estarias a fazer um enorme favor aos fãs na fantástica  MEO Arena que já não te conseguem ouvir...

O público manifesta-se concordando e puxando por Estefari.

Estefari:
E Diogo Valente tu se estás a ouvir isto. É bom que tenhas a noção que será melhor ficares do meu caminho, pois não me irás  conseguir apanhar à traição por duas vezes. Quanto a ti Hosking. Vemo-nos em breve.

O português deixa cair o microfone e abandona o ringue. Mas o inglês não terminou.

Hosking:
É tudo uma questão de controlo. E como viste, controlei-me devidamente. Mas nunca te esqueças de olhar para trás…

Toca a música de Estefari que abandona o ringue enquanto cumprimenta alguns fãs. Edward fica no ringue a mirar esse cenário de  convivência entre o seu adversário na próxima semana e os fãs. A Ultimate Wrestling faz um curto intervalo.

A imagem volta com Chris Wickings no ringue pronto para competir com uma expressão bastante focada enquanto toca o seu theme.



Theme: https://www.youtube.com/watch?v=Z2dJAwUCwEs

Bernardo Roque: Senhores e senhoras, este é o último combate da primeira ronda do torneio "Master of the Mat" e o combate principal  desta noite. No ringue, pesando 79kg vindo de Exeter, Inglaterra... Chris Wickings!

A reacção na plateia é de alguma expectativa para com o desconhecido Chris Wickings.

Tito Ribeiro:
Mais um lutador que hoje busca a sua oportunidade de avançar pela glória e conquista neste torneio que não só será  importante na Ultimate Wrestling League de forma anual... Como coroará o primeiro UWL Undisputed Champion.

Michel-Baptiste Bangalter: Espera, espera. Vai entrar um dos meus favoritos.


Theme: https://www.youtube.com/watch?v=NWK-1_BIIeE

Entra Henrique Coelho, rapidamente para o ringue bastante decidido com uma postura algo confiante e intensa. Ele corre para o ringue  com uma reacção mista, sendo uma cara conhecida. Ao entrar no ringue ele abranda e troca olhares com Chris Wickings.


1ª Eliminatória do Torneio "Master of the Mat" - Henrique Coelho vs Chris Wickings

Começa o último combate da noite no Monday Night Kerosene! Henrique Coelho e Chris Wickings enfrentam-se numa contenda de lutadores  com estilos diferentes onde o açoriano é o primeiro a tomar a iniciativa! A campainha soa e o inglês parece estar distraído, ao que o  seu adversário capitaliza rapidamente com um arremesso de judo! Coelho continua a exercer pressão na zona lombar do adversário, mas  Wickings rapidamente se esquiva e encosta ao canto mais próximo. Coelho não perde tempo e tenta assumir deste logo o domínio do  combate, mas Wickings consegue ganhar algum tempo e começar tudo do 0 quando aplica um pontapé forte no estômago do português!  Primeira troca de murros entre os lutadores e é Wickings que consegue levar a melhor após um enorme murro que coloca Coelho zonzo! O  inglês vai às cordas e… Clothesline! Coelho parece estar surpreendido com este início prometedor do seu adversário e sai do ringue por  alguns instantes, tentando concentrar-se novamente neste combate do Masters of the Mat.

Wickings vê a sua oportunidade, Coelho parece distraído! O inglês vai às cordas, toma imenso balanço e parte para o Suicide Dive… mas  com estrondo contra as barreiras de proteção! O açoriano certamente sabia o que podia esperar do seu oponente nesta noite e esquivou- se de forma astuta a esta manobra. A sensação açoriana arrasta o seu adversário para o ringue e este rapidamente se levanta, mas  apenas para cair no tapete novamente após um violento Uppercut de Coelho! O antigo campeão nacional da VLL não perde tempo e aplica  naquele momento um Armbar, fazendo pressão no braço de Wickings! O inglês acaba por chegar às cordas rapidamente e ganha algum tempo  para recuperar o fôlego com um pontapé em cheio no rosto de Coelho! Este último vai até ao outro lado do ringue com a mão na cara,  quando se vira e começa a correr em direção ao adversário sofre um fantástico Dropkick do inglês que faz o açoriano plantar-se no  tapete! Primeiro assentamento do combate para Wickings! 1… Coelho rapidamente ergue o ombro evitando o pior para as suas aspirações!

É Wickings quem tem agora a ofensiva do combate e parece querer acabar rapidamente com o mesmo! Está na borda do ringue, espera que o  adversário se levante, sobe à terceira corda e consegue aplicar com sucesso a Springboard Clothesline! Novo assentamento, 1… 2… Coelho  acaba por erguer o ombro e levantar-se com considerável rapidez. Wickings sente que este é o momento para terminar com as coisas!  Pontapé no estômago de Coelho… não! Coelho consegue bloquear o gesto e tem o pé de Wickings nas mãos! O que vai fazer!? Enziguri de  Wickings em cheio na parte lateral da cabeça de Coelho! Vai ser desta, seguramente! 1… 2… Coelho novamente a erguer o ombro! O público  certamente pensava que seria desta. Grande frenesim ofensivo do britânico que por pouco não avançava para as semi-finais do torneio. A  reação do público não lhe agrada, mas Wickings parece não se importar muito com isso! O britânico vai às cordas… minha nossa! Henrique  Coelho com um Belly-to-Belly Overhead Suplex! Fantástico! O açoriano parecia levantar-se com muito esforço, mas afinal estava a jogar  com o seu adversário e pode agora capitalizar! Vai para o assentamento, 1… 2… Wickings tem o pé na corda e o árbitro estava atento!  Coelho não consegue acreditar!

A sensação açoriana aplica um violento Back Breaker e logo a seguir mantém a posição para aplicar o Dragon Sleeper! Combinação que  pode ser letal! Coelho arrastou Chris Wickings para o centro do ringue e parece que será desta! A manobra está muito bem presa e o  britânico parece ceder aos poucos… mas murros sucessivos de Wickings numa medida de desespero! E liberta a manobra! Coelho de pé,  assim como Wickings… German Suplex por parte de Coelho! Está tudo acabado! Assentamento para a vitória, 1… 2… não! Wickings consegue  erguer o ombro de forma improvável e a luta está para durar! Coelho espera que o adversário se levante… Jumping Armbar! Não! Coelho  salta para prender o braço do adversário, mas Wickings contra-ataca plantando-o ao chão! 1… 2… não! Ambos os lutadores estavam com os  ombros no tapete portanto esta contenda quase terminou num empate! Foi por pouco! Wickings é o primeiro a levantar-se e o momento do  combate favorece-o neste momento! Inverted Atomic Drop! Big Boot! Combinação que o inglês chama de Going Berzerk!

O inglês sente que este é o momento decisivo no combate e pode já acabar com as hostilidades! Pontapé no estômago de Coelho e parece  que vai para Berkocet que certamente decidirá esta contenda! Os braços estão presos, vai para a vitória… não! Incrível o que acabamos  de ver! Henrique Coelho acaba de cabecear a barriga de Wickings, esquivando-se da derrota neste combate, e consegue aplicar logo de  seguida o Jumping Armbar, ao qual chama O Voo do Açor, sem que Wickings conseguisse evitar desta vez! Estão no meio do ringue e o  inglês não tem outra hipótese que não desistir perante a sensação açoriana!


Bernardo Roque: Eis o vencedor deste combate, via submissão… “a sensação açoriana”… Henrique Coelho!

Tito Ribeiro: Grande combate! O Kerosene mais uma vez a mostrar o porquê da ambição de Bruno Pavão! Sem dúvida que estamos na presença  de algo especial que irá marcar o Wrestling durante gerações e gerações.

Michel-Baptiste Bangalter: Tenho de estar de acordo contigo nisso. Foi um bom combate e o venceu o melhor lutador Henrique Coelho!  Para mim é o favorito a ganhar este torneio.

A imagem volta para o backstage onde Bruno Pavão caminha para a cerimónia onde se vai revelar o UWL Undisputed Championship. Ele vai  ao telefone.

Pavão:
O quê? Uma Rumble para determinar o primeiro campeão? Não, não. Isso é a pior ideia que eu alguma vez vi. Isto não é a  espelunca onde tu costumavas trabalhar. Posso contar contigo para assinar contrato?

Pavão para por breves segundos.

Pavão
: Claro que sim. Viste bem este espetáculo? Os melhores como tu têm que estar aqui presentes. Nenhuma federação até à data  conseguiu produzir uma plataforma de calibre superior a isto. É? Muito bem. Amanhã iremos reunir-nos e discutiremos os detalhes do teu  contrato. Sim, sim. Obrigado. Até amanhã.

Bruno Pavão respira fundo e ajeita o nó da sua gravata. Ouve-se o seu theme a começar a tocar.


Theme: https://www.youtube.com/watch?v=pAgnJDJN4VA

A plateia reage de forma positiva para com Bruno Pavão. Eles sabem que ele não é uma pessoa propriamente exemplar nas suas atitudes  mas reconhecem que está a fazer um excelente trabalho. Pavão caminha para o ringue sorrindo e dando uma atenção aos fãs que parece  algo forçada. A lona do ringue é preta e está um pedestal com um título encoberto por um manto vermelho escuruo, sendo que está  protegido por uma cúpula de vidro.

Bruno Pavão pede gentilmente um microfone à produção ao entrar no ringue à medida que coloca as duas mãos no peito agradecendo o apoio  dos fãns da Ultimate Wrestling League.

Pavão:
Senhores e senhoras... permitam-me dizer que esgotamos a MEO Arena no nosso primeiro Kerosene. A assistência hoje prefaz um  total de 12 mil e 500 pessoas! Muito obrigado!

O público reage de forma positiva à medida que Bruno Pavão recebe um papel da produção.

Pavão:
E em audiências... Adivinhem. Estamos neste momento em primeiro lugar nas audiências de todos os canais por cabo! E é de  admirar?

Pavão devolve o papel ao elemento da produção que se encontra fora do ringue.

Pavão:
Claro que não. Vimos hoje alguns dos melhores atletas a fazer combates excepcionais... Vimos outros a mostrarem atitude, garra  e a darem cabo uns dos outros... E tudo porquê?

O Presidente sorri apontando para o encoberto título da Ultimate Wrestling League.

Pavão:
Pela glória disto que está aqui. O Ultimate Wrestling League Undisputed Championship. Para mim, sem dúvida que é o maior prémio  desta indústria... E como tal, resolvi começar esta cerimónia chamando algumas figuras que construiram o caminho para estarmos todos  aqui hoje. Senhores e senhoras... Dêm a vossas boas-vindas aos cavalheiros que revolucionaram esta indústria.


Theme: https://www.youtube.com/watch?v=wFgAE5SgFnw

Pavão: Senhoras e senhoras... Apresento-vos, um ex-Campeão de Pesos Pesados da Traumatic Wrestling Zone... O "Headhunter" Crusher!

Surge Crusher na rampa perante uma resposta morna da plateia. Ele caminha de fato e gravata cumprimentado alguns dos fãns, com o  título da Traumatic Wrestling Zone ao seu ombro pois foi o último campeão da mesma. Ao entrar no ringue ele cumprimenta Bruno Pavão e  coloca-se perto da cúpula com o título Undisputed da UWL.


Theme: https://www.youtube.com/watch?v=Ce1r05SSbwA

Pavão: Um grande aplauso para o Wrestler mais decorado de todos os tempos em Portugal... "La Calavera" Santiago Guerrero!

O público reage muito positivamente a Santiago Guerrero que é o rosto da Extreme Wrestling League e da sua guerra contra a Virtual  Wrestling Warzone pela supremacia no Wrestling em Portugal nos anos 2000. Santiago Guerrero surge com o título Undisputed da Extreme  Wrestling League no seu ombro, vindo já com a sua habitual indumentária de casaco de cabedal aberto com uma t-shirt branca, mostrando  uma enorme cruz dourada ao seu pescoço, calças de ganga e sapatos com pele de cobra, tipicamente mexicano. Guerrero entra no ringue,  cumprimentando Pavão e saudando a plateia. Vemos Crusher e o Calavera a cumprimentarem-se à medida que a câmera volta a focar a  entrada.


Theme: https://www.youtube.com/watch?v=H1DpjXQUDsI

Pavão: Senhores e senhoras... O nosso comentador e ex-Campeão Supremo da Vanguarda da Luta Livre! "O Imperador Francês" Michel- Baptiste Bangalter!

A multidão reage de forma mista mas com uma reacção bastante activa. A câmera foca a mesa de comentadores.

Michel-Baptiste Bangalter:
Tito, segura isto, o Ícone do Século XXI é preciso na cerimónia mais importante da história do Wrestling em  Portugal. Depois trago-te um copo de champanhe.

Vemos Michel-Baptiste Bangalter a atirar o headset para as mãos de Tito Ribeiro que o pousa na mesa e aplaude Bangalter, Bangalter que  após provocar de forma amigável a multidão entra no ringue perante uma calorosa recepção sendo um "vilão" de certa forma adorado pelo  seu trabalho na Vanguarda da Luta Livre. Bangalter, cumprimenta Pavão e coloca-se ao pé de Crusher e de Guerrero, sendo que os três  trocam algumas palavras de forma amigável.


Theme: https://www.youtube.com/watch?v=ZWJ5dtF6X4I

Pavão: Não menos importante... Um antigo Campeão da Extreme Wrestling League, dono e ex-Campeão da Independent Circuit Portuguese  Wrestling... Mr Rotten... "The Ace"!.

Vemos Rotten a entrar de forma algo arrogante com o título de Pesos-Pesados da ICPW, vestido a rigor com um smoking. Ele caminha para  o ringue ignorando os fãs e cumprimenta Bruno Pavão de forma algo "seca", trocando olhares com Guerrero que por sua vez se mantém bem  disposto. Rotten coloca-se perto da cúpula com algum distanciamento em relação às três lendas presentes no ringue.


Theme: https://www.youtube.com/watch?v=K5jvUXij7nU

Pavão: Por último mas certamente não menos importante... Senhores e senhoras, o homem que fez história na Virtual Wrestling Warzone,  conquistando todos os títulos da mesma sendo o primeiro Campeão Absolute da VWW... Venom!

Venom surge com uma roupa algo casual perante uma grande reacção do público, sendo mesmo a reacção da noite. Ele caminha para o ringue  lentamente com o VWW Absolute Championship no seu ombro contemplando a reacção monstruosa que teve da plateia neste Kerosene. Ao  entrar no ringue, ele cumprimenta o Presidente e cumprimenta algo calorosamente todas as Lendas presentes no ringue. A imagem volta a  focar Bruno Pavão no ringue.

Pavão: Pedi a todas estas lendas que marcaram o Wrestling em Portugal até hoje para estarem aqui presentes pois a ocasião assim o  justifica.

Bruno Pavão aponta para a cúpula onde está o Undisputed Championship.

Pavão:
Isto significa o seu legado. As vitórias de Guerrero na EWL. As conquistas de Venom na VWW. A coragem de Crusher na TWZ. A  eficácia de Bangalter na VLL. A determinação de Rotten na ICPW. Estes wrestlers presentes no ringue contribuiram, como tantos outros  para tudo isto. O valor deste título, para além de sermos a federação que uniu todo este passado... É o legado fantástico de  personalidades do nosso desporto como estas que estão no ringue.

O público aplaude as Lendas e o Presidente Bruno Pavão.

Pavão:
Como tal, senhores e senhoras... Com a presença de tão distintos convidados neste ringue, demonstrarei então o único, o oficial  e o prémio mais cobiçado da história do Wrestling em Portugal... O UWL Undisputed Championship.

Bruno Pavão prepara-se para tirar a cúpula perante o olhar atento das Lendas presentes no ringue. Súbitamente há algum movimento na  primeira fila da plateia e ouve-se uma reacção mista da mesma. Pavão interrompe o que ia fazer para se aperceber do que se está a  passar e vê-se alguem rodeado de seguranças que consegue escapar aos mesmos após agredir um, invadindo a mesa de comentadores tirando  um headset perante Tito Ribeiro que se afasta do indíviduo. O indíviduo está encapuçado com o Título de Pesos-Pesados da Vanguarda da  Luta Livre.

???:
Pavão... Achavas que ias apagar-me da história?

Os Seguranças tentam aproximar-se mas são de imediatamente agredidos pela pessoa misteriosa que está presente no ringside com o título  de Pesos-Pesados da Vanguarda da Luta Livre, utilizando-o como arma.

???:
Permitam-me que me apresente... Sou o último Campeão da Vanguarda da Luta Livre... O Campeão de Pesos-Pesados... Cavaleiro!

Cavaleiro retira o capuz e a multidão enlouquece a gritar pelo ex-Campeão da defunta Vanguarda da Luta Livre. Bruno Pavão fica furioso  e as Lendas observam com curiosidade o que está a acontecer.

Cavaleiro: Pavão! Não me convidaste para estar presente nesta cerimónia e recusaste todos os meus telefonemas para tentar negociar um  contrato com a Ultimate Wrestling League após a aquisição da Vanguarda da Luta Livre não foi...? Mas fica sabendo. EU VOU FAZER DA TUA  VIDA UM INFERNO! EU NUNCA, MAS NUNCA TE VOU DAR DESCANSO. VOU SER O TEU MAIOR PESADELO, PORQUE PESSOAS COMO TU PASSAM PELO WRESTLING  MAS QUEM FICA SÃO CAMPEÕES COMO EU! EU DEVIA ESTAR AO PÉ DE TODOS ESSES NO RINGUE! EU DEVIA SER A CARA DESTA EMPRESA!

Cavaleiro tenta acalmar-se perante Bruno Pavão que começa a pedir um microfone.

Cavaleiro:
Como tal, a partir de hoje, quer o Pavão queira quer não queira, eu vou...

Pavão dá sinal para cortarem o microfone de Cavaleiro que deixa de funcionar com efeito imediato após o pedido do Presidente.

Pavão
: Não! O que tu vais é ser imediatamente expulso do meu espetáculo televisivo. Desaparece daqui imediatamente! Segurança! Levem  este amador de volta ás ruas que é onde ele pertence!

A segurança aproxima-se de Cavaleiro, Cavaleiro após alguns segundos e bastante expectativa tenta entrar no ringue sendo que as lendas  tentam acalmar Cavaleiro e a Segurança, o tenta agarrar. Uma enorme confusão começa entre todas as estas pessoas e vê-se Cavaleiro a  tentar por as mãos em Bruno Pavão, sendo que o Presidente está furioso e também quer atacar Cavaleiro! Após uns relvantes segundos de  confusão a segurança finalmente consegue agarrar em Cavaleiro e mesmo que com muita resistência conseguem retirá-lo do ringue. Vemos  Bruno Pavão com um joelho no chão furioso a olhar para Cavaleiro pela segunda corda... A câmera aproxima-se de Pavão.

Pavão:
Arruinaste tudo! Tu arruinaste tudo! Vais pagar por isto Cavaleiro, és história! Nunca hás de ser ninguém neste desporto, vou  apagar-te da história! Garanto-te seu filho da puta!

Pavão: Levem-no da minha vista! É a primeira e última vez que ele irá aparecer nesta federação!

A imagem foca Cavaleiro furioso a tentar resistir sem sucesso aos seguranças que o escoltam para fora das instalações do MEO Arena à  medida que a câmera foca a cara furiosa de Bruno Pavão desvanecendo a imagem e dando fim ao primeiro Kerosene.

_______________________________________________________________

avatar
Guerrero
Danny McLaughlin

Mensagens : 230
Data de inscrição : 18/05/2014
Idade : 26
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MONDAY NIGHT KEROSENE #1 (SIC-R) - (05/01/2015)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum