Havoc

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Havoc

Mensagem por Sarkastik Ambassador em Sab 17 Jan 2015, 12:25


Uma câmara filma um ambiente escuro, sombrio e uma figura de capucho, que sem se conseguir topar a cara, começa a imergir das sobras até que a luz da câmara liga-se e alumia a cara de James que se encontrava com umas olheiras um bocado destacadas, atrás dele é visível uma parede branca.
Era de madrugada e o dia ainda não havia alvorecido, o jovem de 19 anos por causa de insónias devido a ter o combate que se avizinha na cabeça, não conseguia dormir então fez questão de gravar um vídeo para o youtube.
A fadiga do lutador coimbrense é bem percetível uma vez que o seu corpo manifesta o seu cansaço, principalmente os olhos que muitas vezes pestanejam como se fosse entorpecer.


James: Por tudo aquilo que falei, eu sei que me queres apavorar… Eu sei que me queres quebrar e esmagar-me como se de uma barata se tratasse… Eu sei Bruno Pavão…

James caminha lentamente de um lado para o outro com as mãos nos bolsos enquanto fala.

James: Mas há coisas dentro de mim que não se deviam remexer… há coisas extintas… tenho realidades no meu interior que te podem aleijar, que te podem verdadeiramente assustar por agora… ou para sempre…

Ele para de andar e faz uma pequena pausa no diálogo enquanto olha para o alto voltando a olhar outra vez para a câmara continuando também a mover-se de um lado para o outro.

James: Eu não tenho medo de quem me meteres à frente, eu venci o Delmar aqueles que muitos tinham receio, fui oportunista assim como vou ser quando tiver que ser. Mas apesar de ter vencido, há quem me continue a desvalorizar, a dizer que eu não tenho valor para defrontar o russo… Eu posso não ter 1,97 cm… muito menos ter 133 kg não ser nenhum tanque, mas tenho a vontade de vencer, a determinação de querer sair com a vitória e de quebrar o dito streak!

O coimbrense para de deambular de um lado para o outro e encosta-se à parede.

James: Andrei Cheryshenko… Eu conheci vários miúdos como tu… sem amigos, sem família… sem nada… exceto a consciência e agonia da aceitação da realidade de ninguém gostar de ti… ninguém te estimar e por não te estimarem quereres provar o teu valor… mostrar que és uma aberração, mas és apenas isso… não tens sentimentos…

James aproxima-se um pouco da câmara e aponta para a mesma.

James: Tu não tens objetivos na vida sem ser continuar invito… tu estás a conduzir um carro pela escuridão sem luzes ligadas e com os vidros embaciados, és obcecado por ser invicto e pela destruição… não vês mais nada à frente… se calhar por teres presenciado a destruição do teu próprio país, não sei…

Ele encosta-se de novo à parede delineando um sorriso bastante soft.

James: Eu sei que me queres destruir e dar-me a noção do que é ser arrasado como foste na tua infância… por isso dispensemos a palhaçada que houve no último Kerosene… ignoremos a fantochada que tem sido concebida pelo Dash… preocupemo-nos com assuntos sérios… Negócios importantes como o nosso combate!... Porque segunda-feira… Andrei... eu vou ser aquele a transportar-te para uma realidade que conheceste no passado e vou-te trancar nela… Vou ser aquele a fazer com que ninguém mais se lembre de ti! Prepara-te, porque eu vou-te derrotar Andrei… custe o que custar, só saio daquele ringue com a vitória mesmo que o meu coração pare de bater!

A imagem começa a desvanecer enquanto James está encostado à parede com a mão no coração.
avatar
Sarkastik Ambassador

Mensagens : 346
Data de inscrição : 18/05/2014
Idade : 19

Ver perfil do usuário http://conflict.forum-livre.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum