Primeiros problemas?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Primeiros problemas?

Mensagem por morais em Qua 21 Jan 2015, 17:10

Quarta-feira, dia 21/01/2015
Início do dia

São 09h00 de quarta-feira, Daniel Kaiser está em sua casa, na capital, em Lisboa. O seu quarto é o mais simplista possível, uma cama, uma mesa de cabeceira com um candeeiro e um laptop em cima, uma televisão em cima do seu móvel da roupa, dois posters pendurados por cima da sua cama, um da sua estreia na federação do seu tio e o outro poster é de quando esteve em Portugal pela primeira vez. Kaiser, ainda meio ensonado, desloca-se para a sua janela para espreitar o tempo.

Daniel Kaiser sussurando (incrédulo): São muitas as pessoas que dizem que é bastante fácil adaptarem-se em Portugal mas não consigo perceber este tempo. Ainda na segunda-feira estava um sol radiante sem qualquer previsão de chuva e ontem e hoje acordo com o céu totalmente acinzentado. Está a chover bastante e as árvores estão abanar por isso parece estar um frio dos diabos lá fora, vou esperar que o tempo abrande porque hoje combinei ir ter com um amigo meu que me veio ver da América.

Após este sussuro, Kaiser resolve pôr "mãos ao trabalho", veste uma roupa desportiva e desloca-se até à cozinha para cumprimentar a sua mãe que estava a preparar o pequeno almoço para Kaiser e para o seu irmão.

Daniel Kaiser: Olá mãe (cumprimenta com um beijo na testa) que tal dormiste? Hoje vou estar com o Reese, um colega lá dos Estados Unidos. és capaz de te lembrar dele, era aquele rapaz de cabelo curto que passava a vida lá em casa a treinar comigo.

Helena (feliz pelo seu filho): Sim, sei quem é. Manda-lhe um beijo meu.

Depois disto, Kaiser retirou uma das torradas do seu irmão não sem antes levar um pequeno sermão de sua mãe, Helena e desloca-se até ao seu ginásio... quem lhe dera ter um ginásio, desloca-se à garagem onde tem uma "espécie" de ginásio com alguns pesos e uma passadeira. Ficou naquilo quase duas horas, não queria parar de treinar pois está perto a sua estreia num combate do Kerosene, ele sente isso.

Daniel Kaiser (pensado após o término do seu treino): Acho que a nível de condição física nunca estive tão bem na minha vida e espero para a semana ter a minha oportunidade de brilhar em cima de um ringue.

No mesmo dia
De tarde

Kaiser saí da sua garagem, sobe as escadas em direcção ao seu quarto e toma um longo banho. Ele tem a mania de cantar no banho, principalmente canções da sua terra (Tampa) é algo estranho, é verdade. Após isso, vestiu-se de forma casual, uma camisa e umas calças e voltou a olhar pela janela como tinha feito mal tinha acordado e finalmente parecia que a chuva tinha dado tréguas e lá foi encontrar-se com o seu grande amigo. Entrou no carro que foi oferecido pelos seus avós aquando a sua chegada à Lisboa e lá foi ele em direcção ao Chiado onde Reese tinha alugado um hotel. A distância não era muita apesar de já estar um bocado atrasado, Daniel demorou apenas 15 minutos a chegar ao local. Kaiser, meio apressado, estaciona o carro numa zona proibida e ruma em direcção ao hotel.

Daniel Kaiser para a recepcionista do balcão: Muito boa tarde. Gostaria, se possível, me dê-se o número do quarto onde John Reese se encontra hospedado. Ele deve ter feito o seu check in ontem por volta das dez da noite.

Recepcionista: Sim, ele deu entrada ontem. O quarto dele é o 143, que é no sexto andar.

Daniel Kaiser: Obrigado.

Recepcionista: Mais alguma coisa?

Daniel Kaiser (tentado ser atrevido): Sim, o seu número de telemóvel?

Apesar de ter levado uma nega, Daniel e a recepcionista riem-se, Daniel vai em direcção ao elevador que estava no 20º andar. Enquanto espera pelo elevador, Kaiser olha ao seu redor e vê o quão grande era aquele hotel. Haviam imensos funcionários do hotel, a zona dos bares estava quase lotada e tudo isto em pleno mês de Janeiro. Kaiser ficou de boca aberta. Ficou tão vidrado na magnificência do hotel que o elevador chegou ao primeiro andar e voltou de novo para cima sem Kaiser ter dado conta. O elevador volta ao primeiro andar, Kaiser desta vez entrou e clicou para o sexto andar. Depois foram apenas alguns passos até chegar em frente ao quarto onde o seu amigo estaria hospedado, bate três vezes da porta.

[Em Inglês, mas será traduzido para português todas as falas entre Daniel Kaiser e seu amigo, John Reese]

John Reese deitado no sofá (meio enervado): Serviço de quarto?! Mas vocês não vêm que está aí uma etiqueta na maçaneta da porta?! Hoje estarei ocupado todo o dia e não quero que me incomodem, voltem cá amanhã, hoje não preciso de vocês!

Ouvem-se risos do lado de fora.

Daniel Kaiser (com paragens na fala de tanto rir): Reese...(risos) seu palerma (risos), sou eu, o Kaiser, abre a merda da porta.

Reese levanta-se rapidamente e abre a porta.

Daniel Kaiser (com cara de gozo): Continuas o mesmo cromo de sempre (risos).

John Reese (amuado): Foda-se, sabia lá que eras tu, nem avisaste que vinhas!

Kaiser entrou no seu hotel, havia champagne e muita comida lá por casa, parece que Reese já tinha dado uma "festa" ontem há noite o que era normal nele. Os dois ficaram a conversar durante algum tempo, conversas típicas de amigos que estão longe durante algum tempo e voltam-se a encontrar até que a conversa começa a cair para o lado do UWL.

John Reese: Maluco, e o Wrestling? Nunca mais ouvi falar de ti... na companhia do teu tio lutavas semana sim, semana não, já deves estar aqui há quase um mês e continuas a passear pelos bastidores? Volta para casa.

Daniel Kaiser (irritado): O quê, caralho?! Vim para Portugal há procura de atingir outro patamar na minha carreira e tu sabes bem disso. Ainda não lutei mas já apareci em alguns segmentos na empresa, devias era estar feliz por mim.

John Reese (hesitante): Então mano, e achas que isto foi um passo em frente? Na América já te começavam a ver como um exemplo a seguir na academia, tu aqui és um mero desconhecido e sem capacidade para os melhores da liga. Até eu actualmente já sou mais conhecido que tu, sou o actual campeão da empresa do teu tio.

Kaiser levanta-se do sofá e parte uma garrafa de champagne.

Daniel Kaiser (subindo o seu tom de voz): Foi para esta merda que vieste aqui a Portugal? Apenas falar mal da empresa à qual assinei contrato e de mim? Eu é que era o campeão... ficaste tu porque eu pedi ao meu tio para que fosses, ou não te lembras? Sabes quantos combates ganhaste contra mim? Deixa-me contar... zero!

John Reese, que até aquela altura, tinha estado calmo levanta-se da cadeira onde estava sentado e ordena Kaiser a sair do seu quarto de hotel.

Daniel Kaiser (menos nervoso): Vou embora com todo o gosto, devias ter vergonha daquilo que fizeste hoje. Faz uma boa viagem de regresso.

Kaiser está abandonar o quarto, quando Reese chama-lhe e dá-lhe um murro em cheio da cara. O mais fácil seria que Daniel salta-se para cima dele, mas para salvar uma "amizade" abandonou mesmo o local deixando Reese sem uma "resposta" à altura.

Após todo o clima que se viveu, Kaiser retorna ao seu carro bastante frustado e com um bocado de sangue na sua camisa. Toda a gente percebeu o estrilho que se passou naquele quarto. Kaiser chega ao quarto e para acabar bem a noite... tinha sido multado e o seu carro estava a começar a ser rebocado. Com sorte e com alguma gentileza do polícia presente no local, Kaiser pagou a multa e o polícia deixou-o ir para casa. Os momentos dentro do carro foram de pura reflexão para ele, e continuando a pensar no que passou pela cabeça de Reese para fazer o que lhe fez. Chegou a casa por volta das oito da noite, a mãe estava a pôr o jantar na mesa, mas Kaiser ignora a ela e ao irmão e sobe até ao seu quarto e deita-se na cama. Após mais um tempo de reflexão, Kaiser deixou uma mensagem no seu facebook pessoal: "Aos poucos percebemos quem realmente é nosso amigo... é triste quando acontecem coisas destas". Depois de muitos dias de sonho na capital portuguesa, Kaiser finalmente teve um mau dia e espera que tal não se volte a repetir para não interferir com a sua participação na liga.

_______________________________________________________________

“If Shakespeare was alive today he would be writing wrestling shows...”
avatar
morais
Gonçalo Floro

Mensagens : 193
Data de inscrição : 01/01/2015
Idade : 23
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum