Generation of Violence

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Generation of Violence

Mensagem por Tank em Sex 23 Jan 2015, 03:44

O vídeo começa mostrando um quarto vazio e com pouca iluminação, porém, com uma cadeira de madeira no seu centro. Um homem, com um pano preto no rosto aparece, segurando uma garrafa d'água. Ele põe a garrafa no chão e, após alguns segundos, retira o pano da cabeça e coloca-o ao redor do pescoço. Passa a mão no rosto, e começa a falar:

- Ultimate Wrestling League. Como iremos começar a falar sobre pertencer à uma companhia de tamanha tradição como ti? Bom, eu poderia começar a explicitar sobre a minha vida nesse vídeo, assim como poderia ameaçar outros lutadores, assim como poderia dizer o quão nojento é ver o que estrelas velhas, e apagadas, estão a fazer para recuperarem o brilho perdido. Usando os novatos como escada para uma fama que decaiu.

Tank pega a garrafa de água do chão, abre-a e bebe um pouco. Então continua a falar:

- Enfim, não é sobre isso que vim falar aqui hoje, mas sim sobre os meus objetivos. As metas que tenho a cumprir nessa empresa, para atingir o topo, conquistar o que eu quero, e destruir quem estiver no meu caminho. Para mostrar para aos fãs, que isso aqui não é um parque de diversões que costumava ser. Que nós não estamos mais na geração em que brincávamos de lutinhas, sem objetivos ou metas, apenas por puro entretenimento. Eu sou da geração que é faminta por batalhas. Sou da geração que vai, todos os dias, para aquele ringue, chutar e ser chutado, simplesmente pelo prazer de lutar, sem preocupar-se com fãs mesquinhos ou promotores nojentos. Eu sou da geração que luta para atingir o topo da cadeia alimentar, como lobos, eliminando cordeiros que pensam que a luta-livre é apenas uma base para se alcançar o sucesso através do entretenimento. Eu sou a geração de batalhas, que não demonstram respeito ou honra dentro de um ringue, mas sim a vontade de aniquilar e vencer os seus oponentes. Sejam eles lendas ou estrelas em ascensão. Eu sou a geração da violência. Aquele que respira, se alimenta e vive da luta-livre, e da sanguinolência que ela nos trás. Eu sou a mais pura essência desse esporte, e não deixarei ele decair nas mãos daqueles que pensam que irão crescer nas costas daqueles que vivem disso. Eu não terei piedade em trucidar qualquer alma que encontre-se no caminho dos meus objetivos, pois eu farei de tudo para estar no topo... - Tank eleva a sua mão até acima da sua cabeça -... da cadeia alimentar desse esporte.

Ele bebe mais um pouco da água e joga a garrafa, violentamente, contra o chão. Logo depois, avança contra a câmera, a segura, colocando-a de frente para o seu rosto. Ele abre um sorriso sarcástico e fala:

- UWL... eu cheguei!

A câmera então desliga, e é dado o fade-out.
avatar
Tank

Mensagens : 22
Data de inscrição : 17/01/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum