O querer voltar mais forte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O querer voltar mais forte

Mensagem por morais em Qui 19 Fev 2015, 18:12

Daniel Kaiser chegou ao hospital local, desmaiado, às 23 horas de segunda-feira. A sua mãe, Helena, acompanhava a maca onde o luso descendente estava deitado, visivelmente preocupada com o estado do filho. As marcas deixadas por Tank durante e após o combate deixaram-no incosciente apesar dos médicos terem afirmado estar livre de perigo o sentimento de mãe é sempre de preocupação.

Poucas horas depois, Kaiser acorda com a mãe ao seu lado. Não sabe onde está nem o que se passou.

Daniel Kaiser [confuso]: Mãe? Onde estou?!

Mãe [ensonada]: Hm...hm... hospital meu filho. Desmaiaste depois do combate que tiveste no último show e vieste para ao hospital. Tens algumas contusões mas não é nada de grave, já estive a falar com o médico.

Kaiser mostra-se realmente chateado pelo que aconteceu. Atirando o copo de água que tinha em cima da mesa ao chão, partindo o mesmo.

Daniel Kaiser [chateado consigo próprio]: Como foi possível ter acontecido aquilo! Pensava que ia conseguir ganhar o combate e, do que me consigo lembrar neste momento, ele esteve sempre por cima do encontro! É praticamente impossível ter tido uma prestação tão má!

Kaiser continua a divagar enquanto a sua mãe apenas o escuta... Levanta-se com algum esforço da sua cama, apenas ele falava, de resto era só silêncio...

Daniel Kaiser: Que merda! Tinha ganho o encontro passado contra o Cabaye e ontem devia de ter ganho! Como é que levei uma carga de porrada tão grande, estava tudo a correr às mil maravilhas...!
A sua mãe tenta chamar-lhe à razão...

Mãe [enquanto passa a mão pela cabeça de Kaiser, confortando-o]: Tem calma, filho. Apesar de tudo ganhaste o combate, é verdade que ele saiu por cima porque mostrou toda a sua fúria e descarregou tudo em ti e até podes ter perdido a batalha mas a guerra está muito longe de acabar. O médico disse que poderias sair de manhã se calhar era melhor treinares mais.

Daniel vê que a sua mãe tem razão. Volta a deitar-se na cama do hospital, volta a pensar um bocado naquele combate e adormece... nesse mesmo dia de manhã, o médico deixa então Kaiser sair do hospital. A sua mãe leva-o até casa e diz para ele continuar a descansar mais um pouco.

O problema é que Kaiser agora só tem ouvidos para o Tank e vai fazer de tudo, dentro das regras, para ganhar no próximo combate que os dois tiverem, mas desta vez não haverá desqualificações, Kaiser quer aplicar o codebreaker e ganhar de forma justa.

Kaiser nos últimos tempos tinha falado com Francisco Vidro, um atleta que se encontra na Youth Wrestling Academy, tem praticamente a mesma idade do luso descendente e Kaiser resolve ligar-lhe para treinar
.

Francisco Vidro: Mekié mano Kaiser?

Daniel Kaiser: Então Vidro? ‘Tá tudo? Pá, estou-te a ligar para saberes se queres treinar comigo nas próximas duas semanas... deves ter visto o show e eu levei uma porrada do Tank e quero treinar todos os dias.

Francisco Vidro: Duas semanas, porquê duas semanas? Por mim é na boa, mano.

Kaiser faz um gesto com a mão, de felicidade por Francisco Vidro ter aceitado a “proposta”.

Daniel Kaiser: Duas semanas porque eu não estou no card do próximo Kerosene e ainda bem. Assim permite-me treinar muito mais, focar-me nos meus pontos fracos e no próximo combate que tiver contra aquele gajo o foder todo.

Francisco Vidro: Tass bem... eu estou aqui na academia, queres passar por aqui e treinamos já hoje?

Daniel Kaiser diz que sim. Pega numa vestimenta de treino, agarra uma barra de cereais e ruma à academia para treinar com Francisco Vidro. Como a sua mãe ficou com o carro, ele tive de ir a pé, mas não faz mal, foi a correr como forma de aquecimento. Quando chegou lá, cumprimentou Francisco e prontamente se equipou e os dois subiram em cima do ringue para treinar.

Kaiser estava visivelmente cansado depois de uma noite complicada, mas não desistiu.  Focou-se no seu objectivo principal e levou o treino a sério com o maior rigor possível mesmo com as suas costas a continuarem a doer. Ele e o Francisco estiveram naquilo quase duas horas seguidas a treinar, com câmaras apontadas a eles para depois se ver o que se estava a fazer mal e bem,  mas mais mal porque Kaiser queria era corrigir os seus pontos menos fortes para reduzir as chances (ou a totalidade das mesmas) de Tank (não)  puder voltar a fazer exactamente o mesmo ao The Golden Kid.

O treino terminou e Kaiser ficou feliz pela sua prestação porque o permitiu o que ele mais queria: corrigir alguns dos seus principais pontos fracos e explorar os pontos fracos de Tank num próximo combate. Desta vez, Kaiser desloca-se até casa novamente a pé mas andar, andar calmamente e com um sorriso na cara depois de uma manhã onde a tristeza reinava.


Daniel Kaiser [feliz]: A vida é bela... bela...

_______________________________________________________________

“If Shakespeare was alive today he would be writing wrestling shows...”
avatar
morais
Gonçalo Floro

Mensagens : 193
Data de inscrição : 01/01/2015
Idade : 22
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum