Uma Oportunidade?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Uma Oportunidade?

Mensagem por Rei AR em Qua 04 Mar 2015, 22:12

Zé Carlos tinha sido um oponente muito mais duro do que aquilo que ele pensara. O combate não foi propriamente longo, mas foi bastante stiff e cheio de violência enquanto durou com os dois wrestlers a matarem-se como senão houvesse amanhã. E embora a adrenalina fosse muita, a verdade é que os efeitos do combate estavam a começar a chegar mais cedo do que o esperado. Chain era um gajo duro e até tinha alguma tolerância à dor, mas ele não queria imaginar as dores que teria quando o seu corpo estivesse mais a frio quando chegasse ao balneário. A direcção da UWL não iria gostar que ele tivesse aquele tipo de combates, mas pouco ou nada lhe interessava a opinião deles.

O que realmente importava era mostrar que ele era um homem, e como um homem tinha de demonstrar o seu respeito para quem o merecia. Afinal de contas, ele não foi o único que esteve ali a dar tudo no ringue. Também Zé Carlos, merecia reconhecimento. Foi isso mesmo, que Chain fez após uma forte troca de olhares, estendeu a mão a Zé Carlos e os lutadores acabaram se cumprimentar, resultando numa imediata salva de palmas da parte do público. Era isto que significa mandar a casa abaixo!


(...)

Chain queixava-se imenso no balneário. A equipa médica tratava dele com o máximo cuidado possivel, mas apesar disso, não conseguiam evitar que o rebelde lutador gritasse de dor. Garantiram-lhe que não tinha contraído nenhuma lesão, mas aquela batalha valeu-lhe umas quantas cicatrizes e fizeram com ele tivesse de repousar nos próximos dias. O pessoal do UWL não seria misericordioso e provavelmente não iria respeitar isso quando ele voltar da suspensão, mas não o conseguiriam matar. Por muito que tentassem não iriam conseguir, não lhes iria dar essa satisfação. Tal como aquela equipa médica não o proibiria de voltar a treinar o mais depressa possível. Há uma missão a cumprir, e se isso lhe custar anos de carreira, que assim fosse.

(...)

Finalmente conseguiu ficar a sós no balneário. Na realidade apetecia-lhe ir embora, mas começavam as dores ainda eram bastante intensas e custava-lhe imenso mexer-se. Uma pessoa normal pediria ajuda, mas naquela arena não tinha estado presente nenhum dos seus verdadeiros irmãos da rua, aqueles em quem realmente confia e ama. E Chain não iria pedir ajuda a um desconhecido, nem que tivesse de estar ali durante inúmeras horas.

António: Grande perfomance Joã...desculpa, Chain! Que grande perfomance, realmente estava certo quando te pedi para teres um deathmatch aqui no Clube da Luta. Nem sabes o dinheiro que me valeu...sabes sempre que quiseres, temos as portas abertas para ti!

Chain: Uma merda nunca vêm só...um gajo está aqui cheio de dores e ainda vens aqui tu para me dares uma dor de cabeça! Desaparece da minha vista, já me pagaste e eu já te garanti várias vezes que não estou interessado em voltar a lutar nesta merda. Eu já te expliquei várias vezes, que tenho algo a fazer! Eu vou dizer isto mais uma vez: Eu tenho merdas a fazer na UWL. Se me voltas a chatear, eu juro que sou gajo para te dar a maior sova que te recordarás para o resto da tua vida miserável!

António ( nervoso): Ok...ok...eu percebo que tens coisas a fazer na UWL. Tu nunca dizes exactamente o quê, mas não me volto a meter nisso. Juro pela saúde dos meus filhos.

Chain: És um verme, António, desaparece-me da frente!

António: E não vou colocar-te mais entraves, estás à vontade para fazer a tua cena na UWL. Seja lá o que tenhas em mente conquistar. Mas só te quero dizer que à mais alguém interessado nos teus serviços e não me parece que isso possa ser um obstáculo à tua carreira na UWL

Chain: Eu não quero saber...

Nesse momento, Américo Amorim entrou no balneário e de imediato Chain percebeu que algo de importante se estava a passar. A sua prioridade neste momento era a UWL, mas Américo Amorim tinha sido um dos homens que mais elevou o wrestling nos últimos anos. Mas as suas prioridades estavam mais que definidas. Chain a muito custo, levantou-se para poder olhar olhos nos olhos no antigo proprietário da VLL.

Chain: Eu não sei que porra de ideia você tem na sua cabeça, mas eu já disse aqui a este banana que tenho assuntos importantes a serem tratados na UWL e não estou interessado em competir em mais nenhum lado. E não por você ter mais dinheiro que irá fazer-me mudar de ideias!

Américo Amorim: Eu apenas passei aqui para dizer que fiquei impressionado com a tua perfomance. Eu não sou dono de nada, mas é provável que nos próximos dias, talvez lá para a Terça, Quarta-Feira tenhas novidades minhas. Nada de especial, mas pode ser que um dia mudes de ideias.Para já fica aqui o meu contacto.

_______________________________________________________________

avatar
Rei AR

Mensagens : 117
Data de inscrição : 31/12/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum