Ferido, Mas Não Morto

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ferido, Mas Não Morto

Mensagem por Felps em Sab 07 Mar 2015, 04:38

Estádio Municipal de Chaves, 02/03 – Após o Main-Event

O lutador acorda, a paulada não foi fraca, sua visão ainda está um pouco turva e seus sentidos anestesiados, A luz forte e branca apenas atordoa mais, seus olhos piscam rapidamente, Fedrix tenta levantar o tronco com o intuito de ver onde estava e o que estava acontecendo, mas no começo do movimento uma voz o aconselhou:

???: Ainda não está totalmente recuperado, descanse mais um pouco.

Fedrix ignora a voz e continua levantando enquanto arruma seus longos cabelos negros, mas ele não consegue concluir o movimento e sua cabeça começa a doer, parece que o ataque de Coelho estava se repetindo a cada 5 segundos, ele não aguenta e volta a posição original.

???: Eu disse, pode ser forte, mas aquilo foi uma pancada forte, a cadeira até ficou amolgada.

Fedrix estava com dificuldades, não conseguia focar sua visão no homem que falava, ele podia ver algo como um homem de avental branco e calças sociais marrons, mas só isso, além da cabeça, seus olhos também doíam muito.

Fedrix (com uma imensa dificuldade): Quem... é... você?

???: Epá, conseguiu formar uma frase, parece que está melhor do que eu esperava. Sou Marco Branco, médico da UWL.

O Lutador deixa seu corpo descansar e não tenta desgasta-lo muito, então ele fecha os olhos e vai tirando suas proteções de punho enquanto fala:

Fedrix: Então eu perdi o combate e me fodi...

Marco: Acho que foi mais um golpe sujo e o Fedrix lutou muito bem, todo o plantel está a falar muito de si, é a nova esperança para acabar com os Supremacy...

O Iron Fist abre um leve sorriso, e logo após faz cara de dor.

Fedrix: Ouch... Eu não me importo para o que pensam, quero acabar com estes filhos das putas. Nômade... acho que esta cadeirada botou minha cabeça no lugar.

Marco: Nómada? Está a falar do vídeo do Hosking?

Fedrix: Esquece...

Marco se levanta e vai olhando uns papéis com as informações de Fedrix.

Marco: Bom, o Fedrix sofreu apenas uma ligeira concussão, não vai tardar muito até voltar ao seu estado normal. Estou a ver que já foi preso...

Fedrix: Quem deixou você ficar vendo minha vida?

Marco (ignorando): Já trabalhei num lugar desses, acho que o tratamento que lhe deram lá só piorou o seu estado atual.

Fedrix: Foda-se, então eu e o otário do Teles fomos massacrados essa semana, correto?

O Doutor abre algo no computador e começa a digitar, porém ainda conversa com Fedrix.

Marco: Sim, provavelmente a ideia mais inteligente seria juntarem-se e formarem um grupo com o James e o Gante para enfrentar os Supremacy.

Fedrix: Eu posso ter batido a cabeça, mas não esqueci que aquele maldito me custou o ouro e além disso eu não preciso deles, trabalho melhor sozinho.

Marco: A sério? Não foi o que pareceu...

Marco levanta e pega uma pequena lanterna, ele abre o olho do lutador para verificar sua situação.

Fedrix: Sim, por falar em Brandão e Gante, onde estão eles? Já estão com medo daquele grupo de merda?

Marco: O James pelo vistos foi impedido de entrar no recinto esta noite devido a lesão, e o Gante é um mistério. Tente-se levantar agora.

Fedrix começa a se levantar, ainda há dificuldade, mas é um pouco menor do que antes, quando este estava quase sentado, sua cabeça dói novamente e ele quase deita, mas Marco ajuda-o a completar a ação.

Fedrix: Se eu depender destes incompetentes estou fodido. Vou mostrar a eles, principalmente ao Teles, que sou melhor e consigo fazer isto sozinho.

Marco (pegando um pequeno martelo): Se o diz... Eu apenas estou a desabafar como um fã de Wrestling, os Supremacy são muito fortes, apenas um grupo melhor e mais unido conseguirá pará-los..

Marcos dá uma pequena martelada no joelho de Fedrix, a perna rapidamente estica-se, mostrando que os reflexos já voltaram ao normal.

Fedrix: Me juntar com estes medrosos e nada é a mesma coisa, por isso prefiro ficar sozinho por enquanto. Minha força e foco é suficiente para acabar com os Supremacy, um por um.

Marco: Não digo mais nada, é adulto e sabe o que fazer. Então, parece que está bem o suficiente para eu lhe dar alta. Tome cuidado, apenas deve estar a cem por cento no sábado, por isso nada de esforços em demasia até lá e Segunda antes do Kerosene creio que já seja uma boa altura para remover estes pontos.

Fedrix (passando a mão na testa): Eish, tenho pontos, já não tinha um destes a tempos. Bom, foi uma boa conversa e estou agradecido pelos cuidados, vou pegar um taxi por precaução.

Fedrix pegava seu casaco que estava por ali, junto aos seus pertences, saindo da enfermaria do estádio, porem quando ele dava seus últimos passos naquela sala Marco diz:

Marco: Posso-lhe perguntar uma última coisa?

Fedrix (vira-se surpreso): Claro.

Marco: O Fedrix não parece um ex-presidiario ou marginal. Aqui está escrito que foi transferido várias vezes de escola... Parece que não teve muitos problemas com isso.

Fedrix: Eu não era muito interessado, matava muita aula e desrespeitava os professores, o tempo que fiquei no presidio me deu um bom amadurecimento e sou um pouco menos sem mente do que era, além dos diversos livros que li quando sozinho, que me deram alguma noção de “pensamentos mais complexos”.

Marco acena com a cabeça, um sinal que entendeu a explicação do lutador americano, ele então coloca o indicador e o dedo médio na testa, logo em seguida jogando-os para frente, fazendo um sinal de despedida. Fedrix repete o sinal e sai da sala. Após isto, Marco pega o seu celular e aperta algumas vezes na tela até finalmente colocá-lo próximo a orelha.

Marco: Boa noite...

_______________________________________________________________


[VLL] Parceiro de Guerra (2014) - Com Camaleão
avatar
Felps

Mensagens : 243
Data de inscrição : 24/12/2014
Idade : 19

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum