Adiós Lucha Total

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Adiós Lucha Total

Mensagem por Fenomenal em Qui 13 Ago 2015, 03:27

27 de Julho de 2015

Estamos nos subúrbios de Madrid, no pequeno Pavilhão Santo Guerrero, palco principal da Lucha Total, uma Companhia de Wrestling de menor escala, composta maioritariamente por lutadores amadores.
Apesar da lotação limitada, o recinto está longe de ter todos os seus lugares ocupados. Apenas meia casa está preenchida, o equivalente a uma centena de pessoas. No entanto, os espectadores que marcam presença no evento da Companhia fazem por compensar os lugares vazios.

Vozes masculinas grossas vão entoando insistentemente, quer seja em cânticos de apoio aos favoritos ou apupos frenéticos aos lutadores mais odiados, dando um outro colorido ao espectáculo, acompanhando a acção que vai decorrendo no velho ringue e motivando os performers a dar o melhor de si, a fazer aquele derradeiro esforço.

Neste momento, assiste-se a um combate intergénero que coloca frente a frente Fénix, uma das lutadoras mais conceituadas da Lucha Total, a Enrico Flores, seu Némesis, um típico macho latino morenaço que é incapaz de ver as mulheres como alguém mais do que um objecto.

Os dois estão neste momento numa acesa troca de murros no centro do ringue, já depois de quinze minutos intensos e esgotantes de combate. Enrico acerta com um murro de direito fortíssimo no maxilar de Fénix, que cambaleia para trás e se agarra à cara. Com um sorriso arrogante no rosto, Flores abre os braços, instigando o público, e absorve todos os seus insultos.

Regozijado com o seu feito e a reacção que provocou, decide voltar à ofensiva, aproximando-se da sua adversária, que, do nada, o atinge com um Spinning Back Fist estrondoso, que conecta em cheio na maçã do rosto e o faz cair redondo no tapete do ringue, para o absoluto delírio do público.

“FÉNIX! FÉNIX! FÉNIX! FÉNIX! FÉNIX!”

A expressão da bela mulher mistura a seriedade com uma raiva assustadora, os seus olhos queimam. Ela massaja lentamente o seu maxilar enquanto observa com um certo orgulho o que acabara de fazer: derrubou um homem com mais vinte quilos do que ela com um murro como se nada fosse.

Flores pouco se mexe no tapete. Fénix aguarda pelo momento certo, enquanto o público continua a entoar o seu nome. Quando o espanhol  está quase a conseguir pôr-se de joelhos ela dá um passo atrás, ganhando espaço e balanço, e quando ele fica na melhor posição possível dispara a arma mais mortífera do seu arsenal, um Low Superkick estrondoso.

Flores tomba completamente desamparado, de braços bem abertos. Fénix cai sobre ele e prende-lhe a perna. O árbitro vai ao chão e começa a contagem…1…2…

“YEEAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!!”

O toque da campainha ressoa pelo recinto. Os fãs entram em loucura, gritando ininterruptamente por Fénix, que vê o seu braço ser levantado pelo árbitro. Com o passar dos segundos a dureza no rosto da lutadora vai-se dissipando e é substituído por um sorriso de contentamento. Ela agradece aos fãs, faz uma, duas vénias respeitadoras, e depois dá-lhes um pequeno presente, rodando sobre si própria, dando uma voltinha sensual, exibindo as suas curvas, sacando assobios da audiência.

E depois sai do ringue. Nesse mesmo instante vários lutadores e lutadores surgem no topo da pequena rampa de acesso ao círculo quadrado. Todos olham para ela com um sorriso. Começam a bater palmas enquanto ela vai subindo. Sorri para quase todos, vai um pouco além com uma minoria, a quem pisca o olho.

E o público canta: “GRACIAS FÉNIX! GRACIAS FÉNIX! GRACIAS FÉNIX!”; até que ela desaparece rumo aos bastidores.
avatar
Fenomenal
Fénix

Mensagens : 96
Data de inscrição : 26/12/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum